Os jornalistas que são credenciados no Comitê de Imprensa do Senado ficaram a tarde toda sem internet. As interrupções do serviço já duram mais...

Os jornalistas que são credenciados no Comitê de Imprensa do Senado ficaram a tarde toda sem internet. As interrupções do serviço já duram mais de 15 dias. Ontem e hoje, a dificuldade impediu a postagem de artigos pelos sites e blogs e atrasou a vida dos repórteres das mídias convencionais.

Os jornalistas especulam sobre duas hipóteses: icompetência do PRODASEN, responsável pelo serviço, ou sabotagem aberta.

O PRODADSEN custa R$ 225 milhões por ano ao contribuinte brasileiro.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *