O senador Sérgio Guerra, presidente do PSDB, afirmou que seu partido não vai representar contra o líder do PMDB, Renan Calheirtos (PMDB-AL). Renan chamou...

O senador Sérgio Guerra, presidente do PSDB, afirmou que seu partido não vai representar contra o líder do PMDB, Renan Calheirtos (PMDB-AL). Renan chamou o senador tucano Tasso Jereissati (PSDB-CE) de “coronel de merda”.

O uso de palvrões no plenário constitui quebra de decoro parlamentar e poderia valer uma pequena dor de cabeça a Renan Calheiros, mesmo que as palvras tenham sido pronunciadas em resposta a outra agressão. Renan, que durante toda a sessão desta quinta-feira provocou a oposição, disse a frase em resposta à afirmação de Tasso, que o chamou de “jagunço de quinta”.

“Nós não vamos abrir uma guerra de representações,”, disse Sérgio Guerra. O presidente do PSDB, no entanto, não acredita no restabelecimento de um clima de normalidade até que o motivo da crise seja removido — ou seja, até que Sarney se afaste da presidência do Senado.

 

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *