Foram liberdos agora há pouco os despachos com os quais o senador Paulo Duque (PMDB-RJ) cumpriu os serviços para os quais foi escalado pelo...

Foram liberdos agora há pouco os despachos com os quais o senador Paulo Duque (PMDB-RJ) cumpriu os serviços para os quais foi escalado pelo líder de seu partido na presidência do Conselho de Ética. 

Abaixo, a receita da pizza que o nobre senador carioca serviu a seus pares.

Caso 1 – Denúncia de Arthur Virgílio sobre a contratação do namorado da neta de Sarney.

Motivo para o arquivamento: “O pedido tem uma nulidade, uma vez que se baseia integralmente em conversas telefônicas que constam de processo que tramita em segredo de justiça e cuja divulgação é absolutamente ilítica”.

Caso 2 – Denúncia apresentada por Arthur Virgílio e Critóvam Buarque sobre a contratação de um policial federal para interferir em investigações de negócios da família Sarney

Motivo para o arquivamento: “O pedido encarna uma nulidade, pois se baseia integralmente em gravações de conversas telefônicas que constam de processo que tramita em segredo de justiça e cuja divulgação é absolutamente ilícita”.

Caso 3 – Denúncia apresentada por Arthur Virgílio e Critóvam Buarque sobre fraude fiscal na venda de uma fazenda em 2002.

Motivo para o arquivamento: “Os atos supostamente praticados pelo denunciado poderiam caracterizar desvios de natureza fiscal, matéria que não é de competência do Conselho de Ética”.

Caso 4 – Representação movida pelo PSDB sobre as transações do neto dele, que vendia crédito consignado para funcionários do Senado.

Motivo para o arquivamento: “A representação não pode ser uma mera coletânea de citações de jornais”.

Caso 5 – Representação do PSoL sobre fraudes cometidas com repasses da PETROBRAS para a FUndação José Sarney

Motivo para o arquivamento: “Não foi anexado nenhum documetno de qualquer espécie à representação. A representação não pode ser uma mera coletânea de recortes de jornais”.

Caso 6 – Representação do PSDB sobre fraudes cometidas com repasses da PETROBRAS para a Fundação José Sarney.

Motivo para o arquivamento: “Não foi anexado nenhum documetno de qualquer espécie e todas as informações contidas são notícias de jornal”.

Caso 7 – Representação do PSDB sobre a participacão de Sarney na edição de atos secretos.

Motivo para o arquivamento: “Não foi anexado nenhum documetno de qualquer espécie e, não bastasse isso, todas as informações contidas são notícias de jornal”.


Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *