Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo Um dia depois do bate-boca com Tasso Jereissati (PSDB-CE) no plenário do Senado, o senador Renan Calheiros...

Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo

Um dia depois do bate-boca com Tasso Jereissati (PSDB-CE) no plenário do Senado, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) responsabilizou os tucanos pelo episódio e afirmou que não se arrependeu das palavras proferidas ao colega. “Não me arrependo, não. Como me arrepender se o cara provoca? Fica gritando, querendo botar as pessoas para fora do Senado. Fui provocado, reagi”, afirmou Renan aoEstado. “É importante parar com as provocações. Por mais que você esteja preparado para não responder, na hora é difícil”, disse ele.

Renan evitou comentar a expressão “seu merda” usada por ele em referência a Tasso Jereissati durante a discussão. “Não quero falar sobre isso”. O tucano acusa o peemedebista de quebra de decoro por ter usado palavra de baixo calão. Esse xingamento, porém, não aparece nas notas taquigráficas porque Renan o fez fora do microfone.

Leia a íntegra da notícia no site do Estadão clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *