O PSOL recorreu hoje contra a decisão do presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ), que arquivou todas as reclamações por quebra de...

O PSOL recorreu hoje contra a decisão do presidente do Conselho de Ética, Paulo Duque (PMDB-RJ), que arquivou todas as reclamações por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

O pedido foi encaminhado à Secretaria do Colegiado pelo senador José Nery, único integrante do partido.

Como não é ligado ao Conselho, Nery precisou da assinatura de cinco oposicionistas que fazem parte do colegiado para entregar o pedido. Marisa Serrano (PSDB-MS), Sérgio Guerra (PSDB-PE), Eliseu Resende (DEM-MG), Heráclito Fortes (DEM-PI) e Demóstenes Torres (DEM-GO), que um pouco mais cedo entraram com recursos contra três arquivamentos, assinaram o documento.

O PSOL, no entanto, desistiu de pedir o mesmo para a reclamação engavetada contra o peemedebista Renan Calheiros (AL). A alegação é a de que uma possível votação do recurso no plenário do colegiado tiraria a atenção da crise, que hoje envolve principalmente José Sarney.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *