O Senador Alvaro Dias (PSDB-PR) vai apresentar, hoje à tarde, sua candidatura à CPI da PETROBRAS. Ele acha que não pode abrir mão da...

O Senador Alvaro Dias (PSDB-PR) vai apresentar, hoje à tarde, sua candidatura à CPI da PETROBRAS. Ele acha que não pode abrir mão da disputa.

O assunto vai acirrar os ânimos da relação entre tucanos e democratas. O DEM, desde o primeiro momento, vem pleiteando a presidência para o senador ACM Junior (DEM-BA).

PSDB e DEM jamais se entenderam sobre essa CPI. A confusão começou quando o senador José Agripino Maia (DEM-RN) participou, segundo ele com delegação dos colegas peessedebistas, da reunião com a liderança governista na qual foi decidida a convocação do presidente da estatal, Sérgio Gabrielli, para depor no Senado. A CPI só deveria ser instalada caso Gabrielli não conseguisse se explicar direito sobre as denúncias que chegam ao Congresso. A bancada do PSDB nega que o líder do DEM tivesse delegação para representá-la.

Alguns senadores democratas também relutaram em assinar o requerimento proposto por Alvaro Dias, o provocou irritação na bancada tucana, e outros chegaram a ameaçar retirar o apoio.

Alvaro Dias já tem assegurado o voto do senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL), que confimou sua intenção de apoiar o tucano no programa Canal Livre, exibido ontem pela Rede Bandeirantes.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *