CATIA SEABRA, RUBENS VALENTE E GABRIELA GUERREIRO Em reunião ontem no Congresso, o PT decidiu que, a depender da sigla, o foco da investigação...

CATIA SEABRA, RUBENS VALENTE E GABRIELA GUERREIRO

Em reunião ontem no Congresso, o PT decidiu que, a depender da sigla, o foco da investigação da CPI do Cachoeira se restringirá à “organização criminosa” do empresário Carlos Augusto Ramos.

Com isso, os petistas querem tirar da mira pessoas citadas lateralmente nas investigações e centralizar as apurações da comissão no que a Polícia Federal já mostrou.

Em relação à construtora Delta, maior recebedora de recursos federais desde 2007, a orientação é evitar que a empresa vire foco -que deve recair sobre seus funcionários com participação no esquema de Cachoeira.

Sobre parlamentares, se novos indícios surgirem, eles deverão ser reunidos em relatório a ser enviado para os órgãos competentes, concluiu a sigla.

“Vamos evitar generalizações, convocações e condenações precipitadas”, afirma o deputado Paulo Teixeira (PT-SP).

CONTROLE

Outra resolução foi a de não permitir a criação de subrelatorias na comissão -que poderiam acabar sob controle da oposição. E as principais decisões do relator Odair Cunha (PT-MG) deverão ser referendadas pelo PT.

Esse modelo de investigação coincide com o defendido pelo ex-presidente Lula, que esteve em Brasília anteontem, quando conversou com petistas sobre a CPI.

O partido também não vai apresentar nenhum requerimento à comissão até ter acesso à íntegra das Operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal.

via Folha de S.Paulo – Poder – PT quer que CPI fique restrita a Cachoeira – 27/04/2012.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *