Leandro Colon, de O Estado de S. Paulo Em meio à crise política que vive, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), decidiu fazer...

Leandro Colon, de O Estado de S. Paulo

Em meio à crise política que vive, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), decidiu fazer uma intervenção na Secretaria de Comunicação da Casa, responsável, entre outras coisas, pela TV Senado e Rádio Senado. Ele vai nomear seu assessor e braço direito Fernando Cesar Mesquita para ser o diretor da área. A informação foi confirmada pelo próprio assessor ao Estado. “O presidente me chamou. Eu não queria, mas ele pediu”, disse.

Segundo Mesquita, que trabalha há 25 anos com Sarney, a nomeação deve ser publicada até amanhã. Ele vai substituir Ana Lúcia Novelli, servidora de carreira, que estava no cargo desde 30 de abril.

A assessores, Sarney tem reclamado da cobertura jornalística dos órgãos de comunicação do Senado. Para o senador, por exemplo, as medidas administrativas tomadas para conter a crise interna não têm tido o mesmo espaço que o noticiário referente às denúncias contra ele.

Mesquita – que ocupou esse cargo na primeira gestão de Sarney a partir de 1995 – nega que a troca seja uma intervenção na Comunicação. Mas ele adota o discurso de que, a partir de agora, haverá isenção nas transmissões da TV e da Rádio Senado. “Os critérios básicos são de isenção, imparcialidade, sem privilégios de quem quer que seja”, disse. “Se o senador tem um espaço, o outro tem que ter o mesmo”, afirmou.

Leia a íntegra da notícia no site do Estadão clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *