Nem tomou posse, e o novo ministro do Trabalho já é alvo de um disputa de paternidade na qual seu partido, o PDT, tenta...

Nem tomou posse, e o novo ministro do Trabalho já é alvo de um disputa de paternidade na qual seu partido, o PDT, tenta se livrar dos vínculos institucionais de paternidade. O partido quer devolver a encomenda à Yemanjá Dilma Roussef.

A indicação de Brizola Neto tem um aliado forte: o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força. Ele é pré-candidato a prefeito de São Paulo e, dizem as más línguas, apenas ocupa espaço neste momento que antecede a abertura oficial da disputa para entregar-se depois ao petista Fernando Haddad.

Paulinho da Força é o entrevistado desta noite do Band Eleições 2012. O programa vai ao ar depois do CQC.

Comentários

  • Douglas

    02/05/2012 #1 Author

    Esse traira já ganhou o quinhão que precisava para ser ministro votando a favor da previdência privada dos funcionários públicos. Agora vai mamar ainda mais. De repente leva um pé no traseiro como outros ex-ministros picaretas.

    Responder

  • Vivi

    01/05/2012 #2 Author

    Impressionante!
    Nenhum lugar onde leio essa notícia ESCLARECE PORQUE Brizola Neto não tem o apoio de seu próprio partido!!
    NENHUM!!
    Não consigo entender o porquê.
    Nem você esclarece, Pannunzio!

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *