O líder tucano Arthur Virgílio (AM) e o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) vão formalizar um pedido de demissão do chefe de segurança da Casa,...

O líder tucano Arthur Virgílio (AM) e o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) vão formalizar um pedido de demissão do chefe de segurança da Casa, Pedro Ricardo Araújo Carvalho.

Araújo é considerado o “chefe da guarda pretoriana” do presidente José Sarney (PMDB-AP) e foi um dos protagonistas das cenas de selvageria presenciadas hoje à tarde.

Enquanto jovens secundaristas e universitários gritavam “Fora Sarney! Fora Sarney!” e cantavam o Hino Nacional, Pedro e os demais seguranças davam chaves de braço e arrastavam os manifestantes pelos corredores da Casa.

Até ditadura a guarda do Senado confirmou que estava fazendo.

O documento dos parlamentares deve ser entregue amanhã à Diretoria Geral do Senado.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *