Menos de um mês após a divulgação de fotos em que aparece confraternizando com empresários em Paris e Mônaco, o governador do Rio de...

Menos de um mês após a divulgação de fotos em que aparece confraternizando com empresários em Paris e Mônaco, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), ampliou as regras do Código de Conduta da administração estadual.

A partir de agora, as autoridades devem “guardar distância social no trato com fornecedor de materiais ou contratantes de prestação de serviços ao Estado”. O item não estava previsto na primeira redação do código, de 2011.

O manual foi criado dias depois de Cabral usar um avião do empresário Eike Batista para ir ao sul da Bahia, onde participou de festa de Fernando Cavendish, então dono da empreiteira Delta. O empresário é o mesmo que aparece com Cabral e secretários em fotos na Europa.

A nova redação do código afirma ainda que o servidor deve evitar locais frequentados por prestadores de serviço e “aparentar intimidade” com fornecedores.

Se estivesse em vigor em 2009, o código betaria a viagem de Cabral e integrantes do primeiro escalão do governo a Paris com Cavendish.

O código de conduta define como deve ser o comportamento de governador e vice-governador, secretários, subsecretários e presidentes de empresas públicas e sociedades de economia mista.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Após fotos em Paris, Cabral muda código de ética no Rio – 16/05/2012.

Comentários

  • intruder

    18/05/2012 #1 Author

    Na cabralândia, só não está no esquema quem já morreu e não virou fantasma.

    Responder

  • Alex

    16/05/2012 #2 Author

    Só precisa de um código de ética quem não a possui.

    Responder

  • Alex

    16/05/2012 #3 Author

    Só precisa de um Código de Ética quem não a possue.

    Responder

  • Airton

    16/05/2012 #4 Author

    Que falta que o Stanislaw Ponte Preta e o Millor fazem ao Rio.

    Responder

  • Fernando Felipe

    16/05/2012 #5 Author

    Isso não é mais um código de ética, é um diário!

    Dia 17/06/2011
    Querido diário, pegaram-me viajando no jatinho do Eike, nosso manolo. E não pode! Vou botar isso no meu twitter, digo, no meu Código de Ética, tá?

    Dia 14/05/2012
    Querido diário, aconteceu de novo! Pegaram-me agora farrando com Cavi, num restaurante em Paris… E também não pode! Vou pôr no Código de Ética, ah, e no twitter também…

    Pelo menos é só coisa chique, diário, é jatinho pra Bahia, restaurante em Paris, banana pro povão…

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *