Da Folha Online. O Conselho de Ética do Senado vai analisar nesta quarta-feira os 11 recursos da oposição contra o arquivamento sumário de denúncias...

Da Folha Online.

O Conselho de Ética do Senado vai analisar nesta quarta-feira os 11 recursos da oposição contra o arquivamento sumário de denúncias e representações que acusam do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), de uma série de irregularidades. Os integrantes do conselho vão decidir, no voto, se os processos contra Sarney devem tramitar no colegiado.

O presidente do Conselho de Ética, senador Paulo Duque (PMDB-RJ), vai notificar os integrantes do colegiado nesta segunda-feira sobre a reunião. Além de analisar os recursos contra Sarney, os senadores também vão colocar em votação recurso do PMDB contra o arquivamento de representação contra o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM).

O tucano é acusado de permitir que Carlos Alberto de Andrade Nina Neto, servidor lotado em seu gabinete, realizasse curso na Espanha recebendo salário do Senado. O PMDB também acusa Virgílio de receber empréstimo do ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia para pagar despesas em Paris, além de ter pago R$ 723 mil pelo tratamento de saúde da mãe –enquanto o regimento da Casa permite gasto anual de R$ 30 mil.

Aliados de Sarney estariam costurando uma espécie de “acordão” para livrar o tucano em troca do arquivamento das acusações contra Sarney. Oficialmente, senadores da base aliada e da oposição negam qualquer acordo. O PSDB, autor da maioria das denúncias e representações, espera que os três senadores do PT que integram o conselho votem em favor da abertura dos processos contra Sarney.

Com apenas cinco das 15 vagas de titulares no Conselho de Ética, DEM e PSDB precisam do apoio dos três petistas para dar andamento às ações contra o peemedebista. Nos bastidores, senadores do DEM também foram procurados por aliados de Sarney para votarem contra a abertura dos processos.

Leia mais clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *