Da Folha Online. O Senado instaurou processo administrativo contra o ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi pela suspeita de ocupação irregular de imóvel...

Da Folha Online.

O Senado instaurou processo administrativo contra o ex-diretor de Recursos Humanos João Carlos Zoghbi pela suspeita de ocupação irregular de imóvel funcional. A decisão foi consequência de uma das comissões de sindicância instaladas na Casa para investigar denúncias contra o ex-diretor, acusado de emprestar o imóvel do Senado para os filhos enquanto morava em uma mansão em Brasília.

Portaria publicada na última terça-feira instaurou o processo contra o ex-diretor, mas o Senado reeditou a medida no último boletim administrativo da Casa para substituir um dos servidores que vai investigar Zoghbi.

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), revogou a portaria anterior que instaurava o processo contra o ex-diretor para retirar o servidor Fernando Arruda Moura da comissão.

Os servidores Tiago Ivo Odon, Valtércio Magalhães Nogueira Filho e Antonio Fernando Ferreira Leite foram designados pelo primeiro-secretário para conduzir o processo disciplinar. Ao final das investigações, Zoghbi pode ser exonerado da Casa se ficar comprovado que efetivamente fez uso irregular do imóvel do Senado.

Na portaria, Heráclito afirma que há suspeita de improbidade administrativa por parte de Zoghbi. “Autoriza-se a instauração de processo administrativo disciplinar contra o servidor à vista de ocupação de imóvel funcional, com suposta prática de atos de improbidade administrativa, bem como descumprimento dos deveres funcionais e transgressão.”

Leia mais clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *