Na Rádio do Moreno Um fato e duas versões. Em “furo” de reportagem, a Revista Veja revela um encontro de Lula com Gilmar Mendes...

Na Rádio do Moreno

Um fato e duas versões. Em “furo” de reportagem, a Revista Veja revela um encontro de Lula com Gilmar Mendes no escritório de Nelson Jobim em Brasília. A conversa foi tenebrosa, pelo que se lê na revista. Indignado com o assédio, Gilmar Mendes, num gesto de coragem, confirmou tudo à revista.

Pois bem, acabo de falar com o anfitrião do encontro, Nelson Jobim, que está neste momento passeando por uma feira em Itaipava, em companhia da mulher Adrienne e de amigos do casal. Jobim confirma o encontro, mas nega seu conteúdo. Eis o resumo do seu relato à Radio do Moreno;

Conteúdo da conversa: —- Não houve nada disso do que a Veja, segundo me informaram, está publicando. Estou aqui em Itaipava e soube desse conteúdo através de um repórter do Estadão, que me procurou há pouco. Portanto, estou falando sem ter lido a revista. Mas, posso assegurar que, se o conteúdo for mesmo esse, o de que Lula teria pedido a Gilmar para votar no mensalão, não é verdade. Quem tocou no assunto mensalão fui eu, no meio da conversa, fazendo a seguinte pergunta: ” Vem cá, essa coisa do mensalão vai ser votada quando?”. No mais, a conversa girou sobre assuntos diversos da atualidade.”

Razão do encontro: ‘ —- Desde que deixei o ministério, o presidente Lula tem me prometido uma visita. Três dias antes, a assessora Clara Ant me ligou dizendo que o presidente Lula iria a Brasília conversar com a presidente Dilma numa quarta-feira e que retornaria no dia seguinte, mas antes queria falar comigo. De pronto, respondi que o encontro poderia ser na minha casa, no meu escritório ou em qualquer outro lugar que o presidente quisesse. Lula optou pelo meu escritório, não só porque tinha prometido conhecê-lo, mas, também, porque fica perto do aeroporto. E assim ocorreu.”

Presença do Gilmar — O Gilmar e eu estamos envolvidos num projeto sobre a Constituição de 88 e temos nos reunidos sistematicamente para tratar do assunto. Por coincidência, o Gilmar estava no meu escritório, quando o presidente Lula apareceu para a visita. Conversaram cerca de uma hora, mas só amenidades. Em nenhum momento, Lula e Gilmar conversaram na cozinha. Aliás, Lula não esteve na cozinha do escritório.

Repercussões do fato — Agora, não posso controlar as versões, especulações, que a mídia e as pessoas fazem desse encontro. Faz parte do jogo. O que eu posso dizer é que não houve nada disso.

Diante do relato de Jobim, eu, como repórter crédulo, diante de fonte tão idônea, poderia me dar por satisfeito e fazer um texto jornalisticamente convencional, tipo ” Jobim nega pressão de Lula” ou, como nós furados gostamos de fazer, com muita satisfação: ” Jobim DESMENTE a Veja”.

Mas, durante a conversa, eu notei a voz estranha do Jobim. Ele estava cumprindo um rito, um protocolo, um dever de anfitrião de evitar mais constrangimento a si e a outros atores do espetáculo. Os bons repórteres, como os meninos da Veja, Cabral á frente, são uma espécie de Eike Batista às avessas: “Vazou, furou”. Com a notícia na rua, o encontro secreto de Jobim, que tinha um proposito, pode ter outro, o de tentativa de coação de juíz ou coisa que valha. Seria coerção? sei lá.

Nelson Jobim, meu velho amigo de guerra, não ia me deixar na mão. Repito, como anfitrião, não poderia confirmar o escândalo. Mas me deu uma pista através de um controvertido depoimento. Inicialmente, me disse que a presença de Gilmar foi mera coincidência, do tipo ” ah, eu estava passando por aqui…”. Só que o próprio Jobim deixou escapar que o encontro fora marcado com três dias de antecedência. Logo, Gilmar sabia que naquele horário daquela quinta-feira, Jobim estaria recebendo Lula. Então, não foi surpresa nem coincidência coisa nenhuma.

E deixo pra botar no pé, o fim do mistério. Amiga minha, de Diamantino (MT), terra de Gilmar Mendes, a meu pedido, localiza Gilmar. E se atreve a perguntar se era tudo verdade:

—- Claro que é! Eu mesmo confirmei tudo à revista.

Beba na fonte: Um fato e duas versões: Gilmar e Jobim – Jorge Bastos Moreno: O Globo.

Comentários

  • Alex

    27/05/2012 #1 Author

    Só uma acareação pode chegar a alguma verdade nisso. De minha parte, não dá pra acreditar que Lula fosse fazer uma proposta dessas logo a quem, ele, o Gilmar Dantas. Seria ingenuidade demais, e ingênuo é coisa que obviamente o Lula não é.

    Francamente..

    De qualquer maneira, com a negativa feita pelo Jobim (o resto é interpretação pessoal do Moreno, do Globo’), fica o dito pelo não dito até o momento.

    A ver os desdobramentos ….

    Responder

    • Marcelo G

      28/05/2012 #2 Author

      Quem chama o Gilmar Mendes de Gilmar Dantas é o PHA né?

    • jose carlos arana

      28/05/2012 #3 Author

      Caro Alex, qualquer estudante de jornalismo aprende que toda informação deve ser devidamente checada quanto a sua veracidade e tambem ouvir as partes envolvidas. Foi o que o Estadão fez, e ouviu a negativa do ex-ministro (de FHC e de Lula ) e ex-ministro do STF, Nélson Jobin, em relação a reportagem.
      A revista Veja fere estes princípios básicos do jornalismo, publica algo que não pode ser comprovado ( com 30 dias de atraso ) e fica a interminável discussão sobre o sexo dos anjos: quem está mentindo Gilmar ou Jobin? Talvez a pergunta deveria ser: Quais os reais motivos que levaram a revista publicar tal reportagem?

    • jose carlos arana

      28/05/2012 #4 Author

      Mais uma pergunta: Porque Lula procurou Gilmar Mendes ( com quem não tem nenhuma afinidade e tambem não o nomeou ) e não os ministros mais importantes como Ayres Britto ( Presidente do STF ), Joaquim Barbosa ( Relator ) ou Ricardo Lvandowski ( Revisor )?

    • Airton

      28/05/2012 #5 Author

      Essa é uma pergunta que o Lula tem que responder .
      O Jobim afirmar que o Lula foi agradecer ao Gilmar Mendes pela sua atuação no governo não cola.

    • jose carlos arana

      28/05/2012 #6 Author

      Porque Lula deveria responder? Quem o acusa é que deveria responder. Jobim declarou que foram tratados assuntos genéricos, a educação faz parte de pessoas civilizadas. Se você não acredita, não posso fazer nada. Voce acredita na declaração de Gilmar Mendes e não no desmentido de Jobim, que por sinal reiterou novamente no jornal Zero Hora, hoje, suas afirmações. Acusações, sem provas, mesmo para um ministro do STF é inconcebível e você sabe muito bem disto. Mas, fazer o que, né?

    • Altamir Braga

      28/05/2012 #7 Author

      Pois é…
      Cutucou a onça com vara curta. Se ele ainda estivesse com o poder na mão e não da Dilma, a coisa seria outra.
      Nenhum ministro da alta corte brasileira teria o desplante de mentir para a grande imprensa. Não adianta querer desmentir. Consumatum est! Falta agora a apuração séria (existe neste país?) e a punição necessária.

    • Fábio Pannunzio

      28/05/2012 #8 Author

      O que você acha que ele iria fazer ? Fechar o Judiciário ? No passado já tentaram isso. Não deu certo.

  • Francivaldo

    27/05/2012 #9 Author

    Boa noite Fábio!

    Leio o seu blog como os outros tanto de “direita” como de “esquerda”, mas gostaria muito que vc com seu faro de jornalista analise a seguinte situação:

    – Qual seria o poder de Gilmar Mendes neste processo, pois para adiar este julgamento apenas o relator, revisor ou o Presidente do STF podem fazer esta ação, coisas que o Gilmar não é;

    – Porque Lula falaria logo com Gilmar Mendes, um Ministro não nomeado por ele e que tem uma notável aversão ao mesmo?;

    – Um encontro a 30 dias que ainda não tinha virado noticia, porque agora?

    – Porque sempre o Gilmar Mendes publica suas afirmações na Veja, nunca procura outro orgão de imprensa?

    – Um Ministro como o Gilmar Mendes, que muitas vezes se a”acha” como dizem não iria enquadrar o Lula no primeiro momento que ocorrece esta proposta ou como disse o Augusto Nunes esta chantagem?

    – Porque Gilmar Mendes contratou o Dadá ( que faz da equipe do Cachoeira) para fazer uma varredura no STF para identificar grampos, após o mesmo divulgar na revista Veja que tinha sido grampeado em um grampo que ninguem ouviu?

    Não gosto deste negócio de dizer que quem lê uma noticia e gera senso critico e não concorda com a mesma é um “petralha” ou faz parte da tal Besta que vc propaga, Sou um leitor comum, analista de sistemas que trabalha em uma empresa de calçados e pago meus impostos dignamente. Não ganho nenhum centavo de ninguém e posso provar que não sou um dos robôs que a Veja diz que existem para apenas critica-la

    Mas estou sentindo que a imprensa esta se perdendo, não esta fazendo uma auto critica. Este é um caminho perigoso, pois faço parte de uma geração que questiona e que cada vez mais usa a internet para se comunicar e se informar e hoje eu não sinto segurança no que eu leio. Você publica falas do Reinaldo e do Augusto mas nunca do Nassif e do Bob Fernandes. Sempre é um lado, onde o Lula tem que ser a encarnação do mal sobre a Terra. As vezes acho melhor viver na alienação completa para não enxergar certas coisas.

    Desculpe o desabafo, pois sou apenas um leitor( mas que também tem senso critico e vontade de questionar). Não quero receber adjetivos pejorativos apenas, caso alguém suporte ler tudo isso, comentários sobre o escrito.

    Obrigado,

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      27/05/2012 #10 Author

      Você tem todo o direito de questionar. E seu questionamento é bem-vindo. Muita gente vai ficar espantada, mas eu tenho um grande respeito pelo Nassif e pelo Rodrigo Vianna. Discordamos abertamente. Isso faz com que eles não republiquem as minhas abordagens nem eu as deles. Mas eu nunca deixei de recomendar aos meus leitores que buscassem o maior número possível de fontes para formar uma opinião sólida.
      Quando questionado sobre as tais assinaturas de Veja pelo governo de São Paulo, tenho reiterado minha posição a favor de que os alunos das escolas públicas têm todo o direito de ler as revistas. E sugerido até ampliar o escopo de publicações enviadas às biblioteca. Inclusive com a compra da Carta Capital.
      Ao contrário de alguns blogueiros do que chamo de BESTA, eu não tenho nenhum problema com a pluralidade. Quanto mais informação, melhor para todos. Daí minha antipatia pelo conceito de “controle social da mídia”, que só faria limitar o direito de todo cidadão de ter acesso à informação.

  • Jotavê

    27/05/2012 #11 Author

    Tudo o que o Moreno tem em mãos é o “tom de voz” de Nelson Jobim – e isso é menos do que pouco. É quase nada.

    Que o próprio Gilmar Mendes tenha declarado o que declaradamente declarou à Veja não é novidade. É perfeitamente dispensável essa interposta amiga que teria dado um telefonema a Gilmar Mendes primeiro e cometido uma indiscrição com Moreno depois. Repetindo: ninguém até hoje pôs em dúvida que Gilmar Mendes tenha dito as coisas que a revista Veja disse que ele disse. Que disse, disse. Se é verdade ou não, isso já é uma outra história. Ou patranha. Vai saber…

    Responder

    • Airton

      28/05/2012 #12 Author

      E você nunca teve um tom de voz , desconfiou e descobriu que o tom de voz dizia a verdade , diferente da palavra emitida ?

    • Jotavê

      28/05/2012 #13 Author

      Claro que im, Airton. Mas a interpretação desse tom de voz não é unívoca, nem segura. O problema, a esta altura, é de sintonia fina. O que foi dito exatamente nessa conversa? Com que intenção? Não são coisas que transpareçam num tom de voz.

  • L.F.Pereira – SP

    27/05/2012 #14 Author

    Estranho esse caso! Gilmar é meio polêmico (e eu lá sou besta pra chamar de mentiroso um Ministro do STF?) e o Lula é meio folgado mesmo. Mas, por que diabos só agora a revelação de uma “cantada” feita há mais de um mês?
    Vou ficar na minha e esperar a poeira baixar pra não escrever bobagens aqui no blog.
    Não estou acreditando, desacreditando ou protegendo lados. E pra reforçar conto um detalhe: nas minhas orações sempre peço por pessoas comuns e até por algumas autoridades. Nunca pedi nada especificamente pelo Gilmar ou Lula com medo de aborrecer o Altíssimo.

    Responder

  • SFU

    27/05/2012 #15 Author

    Está difícil, muito difícil, de acreditar nessa trinca. No contexto da dúvida, é mais fácil acreditar no Gilmar, de passado mais circunspecto, embora suas decisões nebulosas no Supremo; quando a Jobim, é um saltimbanco do cenário político-judiciário, sempre buscando o que mais lhe aprouve; já, em relação a Lulla, esse é um pândego irresponsável, sempre procurando travestir as Instituições, trazendo-as para o terreno do seu favor. Mas, se todos esses três não são tão confiáveis, o quê faziam juntos, no mesmo local e hora, levando em conta as distâncias político-ideológico-empresariais? Assim, sou obrigado a pensar que: “ah, aí tem!”

    Responder

    • Alex

      27/05/2012 #16 Author

      Sobre o ‘passado mais circunspecto’ do juiz do Supremo Nelson Dantas – do qual me parece que não sabe nada – sugiro que leia a matéria abaixo, de 2010. Abs.

    • Alex

      27/05/2012 #17 Author

      Ler Gilmar Dantas no lugar de Nelson Dantas, estava lendo uma coisa aqui na net do Almirante Nelson e me confundi haha

  • Flávio Furtado de Farias

    27/05/2012 #18 Author

    Pannunzio, eu insisto: “Da necessidade de se manter a credibilidade…” Não perca a que possui.

    Responder

    • Airton

      28/05/2012 #19 Author

      O Lula é o politico teflon , onde nada pega, foi assim com o vídeo onde ele insulta os pelotenses . Foi a mesma coisa quando falou sobre Collor e depois deu a Collor acesso a Petrobras e o mesmo ao José Sarney que chamou do politico mais corrupto da história do país e depois virou uma pessoa incomum. Ninguém o cobra por essas posições ou besteiras ditas , e quando alguém cobra , como no caso de que usasse o SUS , vira preconceito contra o migrante pobre , que chegou ao mais alto cargo politico no país.

  • Denise Mueller

    27/05/2012 #20 Author

    Oh, Pannunzio, dá um tempo, vc, um jornalista tão inteligente, não acha que isso está cheirando a armação? e olha que não sou petista e nem estou para defender o Lula.

    Responder

  • Gabriel Araújo dos Santos

    27/05/2012 #21 Author

    Ah, meu Deus! Se tudo aquilo é verdade, em que ou em quem mais acreditar? Ainda mais em se tratando do Lula, a quem foram concedidas honrarias em Univsersidades “Honoris Causa”, que eu, ainda com ranso de caipira, imagino que a taradução seja EM HONRA DA CAUSA, ou um trem semelhante. Mas de que CAUSA, meu Deus, se ele põe em tentação homens da cepa de um Juiz do Supremo Tribunal da nação?

    Responder

  • jose roberto schmitt

    27/05/2012 #22 Author

    Fabio já q vc tem ascesso a essas informações, vc poderia nos informar por que o supremo federal não vota o RE 381367 (desaposentadoria) e a ADI 2111 (Inconstitucionalide do fator previdenciário) q estão desde 2003 e 2000 respectivamente. também gostaríamos de saber pq a camara não vota as perdas dos aposentados q ganham acima do minimo q estão desde 2008 (pls 01-4434) e o pl 3299 q acaba com o fim do fator previdenciário. Nós temos um grupo chamado de “aposentados,aposentáveis,pensionistas do RGPS”, onde estamos lutando para ver conseguimos repor essa injustiça, inclusive estamos com uma petição para AVVAS e outra para a OEA/CDIH, também solicitando ajuda. por favor nos ajude a divulgar.

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      27/05/2012 #23 Author

      Caro José Roberto, não cobri esse assunto, mas vou me esforçar. O difícil é encontrar tempo para tudo o que acontece. As apurações são longas e concorrem, no meu tempo, com as minhas obrigações na Band. Sei que agora há uma pendenga congressual em torno do projeto que acaba com o fator previdenciário. A proposta, contra a qual se opõe o governo, é patrocinada pelas centrais sindicais. Vou me informar e, se for possível, falar sobre o assunto.

  • ALVESI

    27/05/2012 #24 Author

    Quem está mentindo: jobim ou Gilmar Mendes ?????????

    Responder

    • Alex

      27/05/2012 #25 Author

      Os dois?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *