Integrantes da CPI do Cachoeira anunciaram que vão pedir explicações a Lula e ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes sobre encontro...

Integrantes da CPI do Cachoeira anunciaram que vão pedir explicações a Lula e ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes sobre encontro em que o ex-presidente teria feito lobby para adiar o julgamento do mensalão.

Mendes relatou que, em encontro em abril, Lula propôs blindar qualquer investigação sobre o ministro na CPI que investiga as relações de Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários. Em troca, Mendes apoiaria o adiamento do julgamento do mensalão.

A história foi revelada pela revista “Veja”.

A assessoria de Lula negou o conteúdo da conversa e afirmou que ele nunca interferiu em processo judicial.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) afirmou ontem que estuda interpelar judicialmente Lula. “O que foi noticiado é uma afronta tanto ao Parlamento como ao STF”.

O deputado Fernando Francischini (PSDB-PR) defendeu a convocação de Lula para que ele conte sobre “quais parlamentares da CPI ele diz ter influência”. Como a oposição não tem maioria na comissão, um requerimento de convocação de Lula dificilmente seria aprovado.

A história gerou críticas no próprio Supremo.

Para o ministro Marco Aurélio Mello, nunca deveria ter ocorrido o encontro.

“Está tudo errado. É o tipo de acontecimento que não se coaduna com a liturgia do Supremo, nem de um ex-presidente da República ou de um ex-presidente do tribunal, caso o Nelson Jobim tenha de fato participado disso.”

O encontro entre Lula e Mendes ocorreu no escritório de Nelson Jobim, ex-ministro do governo Lula e ex-ministro do Supremo.

Lula disse a Mendes, segundo a “Veja”, que é “inconveniente” julgar o processo agora e chegou a fazer referências a uma viagem a Berlim em que o ministro se encontrou com o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO), hoje investigado na CPI.

Jobim confirmou o encontro em seu escritório, mas negou o teor. “Não houve essa conversa. Foi uma visita de cordialidade. Lula queria dar um abraço em Gilmar porque ele foi muito colaborativo [com o governo]” diz ele, que afirmou ter presenciado o encontro do início ao fim.

O ex-ministro se diz surpreso também com o relato de que Gilmar teria ficado perplexo com a conversa.

“Lula saiu antes dele e não houve indignação nenhuma do Gilmar. Isso só apareceu agora na revista”, argumenta Nelson Jobim.

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) disse que ele e Pedro Taques (PDT-MT) vão pedir esclarecimentos a Mendes. “Queremos entender o que se passou.”

O senador Wellington Dias (PT-PI), suplente da CPI, defendeu o ex-presidente. “É impensável ele fazer uma proposta dessa natureza.”

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP), também da CPI, disse que não cabe à comissão apurar o encontro.

Outro integrante da CPI, o deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ) afirmou que o episódio “é gravíssimo”. “Existe uma conduta reprovável, ou de Lula ou de Gilmar. Ou Lula tentou constranger um ministro do STF ou Gilmar não contou a verdade”.

Rubens Bueno (PPS-PR) disse que o episódio demonstra “o chefe do mensalão tentando acobertar o maior crime político do país”.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – CPI quer explicações sobre encontro entre Lula e Gilmar Mendes – 28/05/2012.

Comentários

  • RAFAEL D’AMICO

    28/05/2012 #1 Author

    OS TRÊS PODERES SÃO:
    EXECUTIVO , LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO.

    O poder uno é chamado de “PRODERES”.
    PRODERES : Os três poderes PODRES.

    Responder

  • Ricardo

    28/05/2012 #2 Author

    Acho deplorável que isto esteja ocorrendo. Se a conversa realmente ocorreu, que Lula responda de acordo com a lei. Se não ocorreu, que mova processo por calúnia contra Gilmar Mendes. E pronto.

    Trazer isso para a CPI do Cachoeira só faz é afastar mais ainda a CPI do seu curso. O objetivo dela é trazer a tona o envolvimento do Cachoeira com o povo do PSDB, PT e PMDB, entre os que já são conhecidos, fora os que ainda não sabemos. Isso parece mais uma forma de tirar de foco quem realmente deve ser investigado… No final das contas, sai todo mundo livre, e o único perdedor é o Brasil e o contribuinte. E tome mais impostos para distribuir entre os corruptos.

    Responder

  • JACUTINGA

    28/05/2012 #3 Author

    Quem se espanta com mais uma barbaridade! Está tudo explicado no decálogo de Lenin (ações táticas para a tomada do poder). Marcha da Maconha, Marcha das Vadias, ataques aos evangélicos e católicos. Defesa intransigente dos movimentos GLBT e movimentos pró aborto, incentivo aos confrontos raciais, ataque sistemático aos poderes (achincalhe do legislativo, forças armadas sucateadas e mal remuneradas, tentativa de calar a imprensa livre e desmoralização do judiciário), invasões de terras produtivas, incentivo aos conflitos entre supostos índios e fazendeiros, ataques diretos aos jornalistas independentes, comissão da “verdade”, posições na política internacional TOTALMENTE CONTRA os sentimentos da população, greves, falta de policiamento e evidente aumento da criminalidade, e agora, ameaça de inflação e sucateamento da saúde e ensino público e INSS ladrão e incompetente, tudo isto foi definitivamente planejado e ESTÁ SENDO EXECUTADO !!! Até quando ?? Quem nos salvará ?? Religiosos, pessoas sérias e honestas, patriotas, juventude que almeja um futuro melhor, militares e pessoas de boa índole e bom senso, unamo-nos para expulsar esta corja que pretende tomar conta do NOSSO PAÍS !! De uma maneira ou outra a verdade sempre vence. E vocês, petistas e corja que os apoia, fiquem certos, VOCÊS NÃO PASSARÃO, VOCÊS NÃO VENCERÃO !

    Responder

  • Flavio

    28/05/2012 #4 Author

    Fabio, o Gilmar Mendes teria esse poder todo pra “melar” o julgamento, ou teria que vir do presidente Ayres Brito ?
    O q continua assustando é o poder da veja em manipular o assunto da semana.. Se um dia ela(veja) soltar q o Sr Fabio Pannunzio é um terrorista internacional, contrabandista…blá…blá…bla´…ela acaba com a sua vida, mas depois o assunto cai no esquecimento e tudo bem…

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      28/05/2012 #5 Author

      Eu espero que ela não faça isso comigo! Meda!!!!

    • Flavio

      28/05/2012 #6 Author

      kkkkk…. é só não elogiar o pt nunca q ela te isenta…..rs..

  • maisvalia

    28/05/2012 #7 Author

    Do leitor do blog que se assina Maroog

    Pois é… A VEJA já merecia uma invasão pela Polícia Federal do PT.

    Como que publica um negócio desses contra o poder moderador, nosso imperador (!), o nosso farol ético, a nossa lanterna de popa, o nosso guia genial dos povos?

    Copiado do Blog do Noblat

    Responder

  • mosciaro

    28/05/2012 #8 Author

    É chegada a hora de desmascar o LULA e todo o seu grupo de bandidos da nossa politica. Vamos aproveitar essa onda de denuncias e levar o povo para as ruas, isso já foi feito antes. Acorda oposição, acorda judiciario. Julgamento do mensalão já, cadeia para o lula e os 40 ladrões.

    Responder

  • jose carlos arana

    28/05/2012 #9 Author

    Estranho não? Porque Lula iria pedir algo a Gilmar Mendes ( que não foi nomeado por ele ) e que não tem poderes sobre o processo? Porque não foi logo pedir a Ayres Brito ( Presidente do STF ) ou a Joaquim Barbosa ( Relator ) ou a Ricardo Levandowski ( Revisor )?

    Responder

    • maisvalia

      28/05/2012 #10 Author

      Por isso a intermediação do Jobim, que indicou o Gilmar.
      Quem disse que ele não procurou os demais?

    • Airton

      28/05/2012 #11 Author

      Porque ele é o politico teflon.E ele Lula vai ficar da mesma forma que nas crises dentro do seu governo , mudo , foi assim no mensalão ( levou um bom tempo para se pronunciar ) , foi assim nos acidentes aéreos , foi assim quando Santa Catarina foi inundada e teve casas e pessoas soterradas.

    • jose carlos arana

      28/05/2012 #12 Author

      E quem disse que ele procurou? E se procurou com certeza foi noticia. Você poderia informar onde foi publicado, por favor?

    • Sergio Roberto Santos

      28/05/2012 #13 Author

      A Veja já conseguiu o seu objetivo. Para todos os seus leitores Lula é culpado.
      É interessante esta ligação:
      Gilmar – Demóstenes – Carlinhos Cachoeira e Veja.

    • Airton

      28/05/2012 #14 Author

      Trecho de matéria do blog do Augusto Nunes.
      “Os outros dois ministros nomeados por Lula são Joaquim Barbosa (considerado “um traidor, um complexado”) e Ayres Britto, a quem Gilmar relatou na quarta-feira o encontro em Brasília. O atual presidente do STF soube pelo colega que Lula pretende seduzi-lo com a ajuda do jurista Celso Antonio Bandeira de Mello, amigo de ambos e um dos patrocinadores da sua indicação. Imediatamente, Ayres Britto associou o que acabara de escutar ao que ouviu de Lula num recente almoço no Palácio da Alvorada. “O ex-presidente me perguntou se eu tinha notícias do Bandeirinha e disse: ‘Qualquer dia a gente toma um vinho’”, contou o ministro a VEJA.”

      http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/reportagem-de-veja-revela-a-obscena-ofensiva-de-lula-para-subjugar-o-supremo-e-livrar-do-castigo-a-quadrilha-do-mensalao/

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *