Do G1. O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (18) que o Brasil tem 368 mortes pela Influenza A. Os números se referem a...

Do G1.

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (18) que o Brasil tem 368 mortes pela Influenza A. Os números se referem a casos registrados até o dia 15 de agosto. De acordo com o ministério, do total de pessoas que morreram, 185 tinham algum fator de risco, incluindo a gestação, o que representa 50,3%. Além disso, dentro os mortos, 46 eram mulheres grávidas(12,5%).

Os principais fatores de risco para o agravamento da doença, de acordo com o boletim, são problemas metabólicos e respiratórios, cardiopatias crônicas, hipertensão arterial e imunodepressão, além de gestação.

Segundo o ministério, de 25 de abril a 15 de agosto, foram registrados 20,82 mil casos graves ocasionados por gripe, a maior parte (58%) em mulheres. Entre esses, 83% se desenvolveram a partir do novo vírus. Dentre os pacientes que sofreram complicações, 42,4% possuiam pelo menos um fator de risco.

O ministério informou também que a taxa de mortalidade dos casos graves confirmados para o novo vírus no Brasil é de 0,19 óbitos por 100 mil habitantes. Ainda de acordo com o boletim divulgado nesta terça, os países do hemisfério sul, que estão no inverno, continuam registrando aumento no número de casos de mortes pela nova gripe, ao contrário dos países que estão no verão. Em clima frio, a transmissão do vírus é mais acelerada. 

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *