A senadora Marina Silva (AC) anunciou hoje que não faz mais parte do Partido dos Trabalhadores, legenda que a abrigou por cerca de 30...

A senadora Marina Silva (AC) anunciou hoje que não faz mais parte do Partido dos Trabalhadores, legenda que a abrigou por cerca de 30 anos.

A parlamentar afirmou que a partir de agora se sente à vontade para pensar numa migração para outro partido. ” A decisão de me desfiliar do PT não foi fácil”, disse. No entanto, a ex-ministra do Meio Ambiente não confirmou se vai aceitar o convite do Partido Verde, anunciado em primeira mão por este blog há cerca de um mês.

Segundo Marina Silva, a proposta continua sendo analisada. Ela evitou falar numa possível candidatura à presidência da República em 2010, e informou que não pretende aconselhar companheiros a seguir os mesmos passos dela.

A senadora também reiterou que o pensamento pela desfiliação vinha desde a época em que ocupava a pasta do meio ambiente, já que ela pretendia fazer trabalhos na área com uma visão diferente da política.

Ao fim da entrevista coletiva, o petista Eduardo Suplicy (SP) esperava por Marina Silva na porta do gabinete dela. O senador entregou uma carta escrita por ele e que apoiava a decisão de Marina. De quebra, o parlamentar conseguiu deixá-la emocionada. ” São palavras muito respeitosas e carinhosas e não poderia ser diferente vindo de quem veio”, completou Silva.

Marina também aproveitou a despedida para agradecer colegas de partido que a aconselharam ao longo de todas as décadas de trabalho pelo PT.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *