O líder do PT e do bloco de apoio ao governo, Aloizio Mercadante (SP), está reclamando do critério adotado pelo governo para votar o...

O líder do PT e do bloco de apoio ao governo, Aloizio Mercadante (SP), está reclamando do critério adotado pelo governo para votar o desarquivametno das denúncias e representações apresentadas contra Sarney no Conselho de Ética do Senado.

Ele reiterou a posição do partido, que esperava um “gesto de grandeza” de Sarney — ou seja, que ele tomasse a iniciativa de se licenciar da presidência.

Mercadante lamentou a votação em bloco porque, segundo ele, o Conselho deveria analisar individualmente cada uma das denúncias.

Mercadante está chorando sobre o leite derramado pelos seus próprios liderados. Nas primeiras votações, justamente as que determinaram a votação em bloco, Ideli Salvatti e Delcídio Amaral votaram junto com a tropa de choque do PMDB.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *