DIÓGENES CAMPANHA E BERNARDO MELLO FRANCO Depois de deixar clara a insatisfação com Marta Suplicy, que boicotou o ato de lançamento da campanha de Fernando...

DIÓGENES CAMPANHA E BERNARDO MELLO FRANCO

Depois de deixar clara a insatisfação com Marta Suplicy, que boicotou o ato de lançamento da campanha de Fernando Haddad no sábado, o PT mudou o tom e adotou discurso diplomático para tentar convencê-la a ajudar seu pré-candidato em São Paulo.

Ontem, o ex-presidente Lula, o presidente nacional do partido, Rui Falcão, e o próprio Haddad elogiaram a senadora e disseram ainda esperar seu apoio na eleição.

“A Marta vai participar com o mesmo carinho, a mesma força com que eu vou”, disse Lula, em aparição ao lado do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), que tentará a reeleição.

O ex-presidente tomou vacina contra a gripe em posto de saúde recém-inaugurado pelo aliado no ABC.

Lula disse não ter conversado com Marta no dia seguinte à sua ausência, que dominou o noticiário sobre a festa montada para Haddad. “Era domingo, meu filho, e no sábado eu descansei.”

No domingo, petistas fizeram críticas públicas à senadora e disseram não contar mais com ela na campanha.

Ontem, após dois dias sem se manifestar, ela divulgou nota alegando não ter ido ao ato por causa de um “impedimento de caráter privado”, que se recusou a explicar.

A justificativa não convenceu. Reservadamente, dirigentes do PT disseram acreditar que ela faltou para causar novo desgaste a Haddad, seis meses após ser forçada a retirar sua pré-candidatura.

Em público, porém, os petistas evitaram novas críticas à ex-prefeita. “Deve ter tido algum problema com ela. A Marta não é de falhar”, disse Lula, embora ela já tenha faltado a outros eventos do PT para promover Haddad.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Após críticas, PT muda tom e diz esperar Marta em SP – 05/06/2012.

Comentários

  • Fernando Polo

    05/06/2012 #1 Author

    Lula ignorando prévias em SP e Recife, Marta faltando ao lançamento da candidatura de Haddad.
    Que saudade do PT “democrático”, do grande partido que se orgulha de ter “bases” mais consistentes que a concorrência, só não acordou quem não quis, fazem parte do mesmo saco.
    Como bem lembrou Reinaldo Azevedo, Lula conseguiu esmagar/humilhar duas mulheres que já foram prefeitas de SP, Erundina no passado, obrigada a sair do partido quando chamada por Itamar Franco para ser ministra, e agora Marta, porque segundo Luiz Inácio, Haddad é novo, tem entusiasmo e é bonitão (meu Deus).

    Responder

  • Marcjaguar

    05/06/2012 #2 Author

    Caro Pannunzio

    Ou Marta se submete a vontade draconiana do “estimado lider” do PT ou serah esmagada politicamente e sobre ela recairah a ira do ApeDELTA por uma eventual derrota nas eleicoes em SP.

    Abracos, Pannunzio! 😀

    Responder

  • Joao Florentino DaSilva

    05/06/2012 #3 Author

    Sera’ que quem cuidou do Celso Daniel ou do Toninho do PT, tambem se encarregara de “cuidar” da Marta?
    Parece que o “cancer” social comeca a ter seus proprios anticorpos.

    Responder

  • Candango

    05/06/2012 #4 Author

    Ontem acompanhei os foruns de alguns blogs, Folha e Estadão para observar a reação da militância petista. Fiquei estarrecido principalmente com as postagens no 247 e na Folha. Os petistas não se limitam a criticar a posição política da Marta, eles agridem a PESSOA, como se fosse uma inimiga a ser desmoralizada e destruída, tanto pessoal quanto politicamente.

    Responder

  • regina cintra

    05/06/2012 #5 Author

    Só gostaria de saber o que o Lula acharia se a Mariza Letícia incorporasse sua teoria de que é preciso um novo no pedaço…

    Responder

    • Airton

      05/06/2012 #6 Author

      Muito boa .

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *