Da Folha Online. Impedido de circular pelas dependências do Senado, cerca de 50 estudantes resolveram utilizar nesta quarta-feira o gramado em frente ao Congresso...

Da Folha Online.

Impedido de circular pelas dependências do Senado, cerca de 50 estudantes resolveram utilizar nesta quarta-feira o gramado em frente ao Congresso para protestar pedindo a saída do senador José Sarney (PMDB-AP) do comando da instituição. Os estudantes –que trajam roupas pretas– instalaram um caixão, uma faixa preta em forma de cruz e outra faixa com os dizeres: “Investiguem, julguem e prendam Sarney”.

Os manifestantes são ligados ao movimento “Fora Sarney” da internet e prometem acender 81 velas durante a sessão do Conselho de Ética do Senado que vai analisar os recursos apresentados pela oposição contra o arquivamento das 11 acusações que pesam sobre Sarney.

Ao final da votação, eles prometem fechar o caixão e dar uma volta no gramado. Segundo o universitário Danilo Soares, 19, a manifestação é uma reclamação contra o “acordão” entre os governistas para impedir a abertura de investigação contra o presidente do Senado. “Vamos sepultar a ética no Senado. Queremos mostrar que não aceitamos nem queremos o arquivamento das ações contra Sarney”, disse.

Soares afirmou ainda que os estudantes vão recorrer à Justiça para ter acesso ao Senado. “Estamos estudando um pedido de habeas corpus para conseguirmos entrar no Senado. Temos garantido na Constituição nosso direito de ir e vir e queremos distribuir nosso manifesto contra a permanência de Sarney na presidência para os 81 senadores”, afirmou.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *