Com informações do Estadão O governo da Islândia deve responder até o fim do dia sobre o pedido de extradição do médico Hosmany Ramos....

Com informações do Estadão

O governo da Islândia deve responder até o fim do dia sobre o pedido de extradição do médico Hosmany Ramos. O Brasil solicitou o retorno do ex-cirurgião plástico, condenado por uma série de crimes, como homicídio e roubo de aviões. Ele está preso desde a semana passada e foi condenado a 15 dias de detenção, por tentar entrar no país com o passaporte de um irmão.

O Ministério da Justiça enviou à Islândia, documentos sobre o histórico de crimes de Hosmany Ramos. O secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior estuda a possibilidade de ir até o país no noroeste europeu, para negociar a extradição. O ex-cirurgião plástico está foragido desde o fim de 2008, quando foi beneficiado com a saída temporária para as festas de fim de ano.

A Islândia não tem tratado de extradição com o Brasil, o que pode aumentar a morosidade do processo. O pedido feito pelo Ministério da Justiça é baseado no princípio da reciprocidade, o mesmo utilizado na extradição do banqueiro Salvatore Cacciola, detido no Principado de Mônaco.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *