GABRIELA GUERREIRO O senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) ingressou ontem com mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) para suspender o processo de cassação...

GABRIELA GUERREIRO

O senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) ingressou ontem com mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) para suspender o processo de cassação que tramita contra ele no Conselho de Ética do Senado.

O senador quer paralisar as investigações até que o tribunal decida sobre a realização de perícia em áudios da Operação Monte Carlo que, segundo seus advogados, foram adulterados.

No pedido, os defensores de Demóstenes também pedem o adiamento da reunião do conselho marcada para segunda-feira, quando o relator, senador Humberto Costa (PT-PE), vai apresentar o relatório final do caso.

Os advogados alegam cerceamento de defesa do senador no conselho. Também afirmam que houve irregularidades na sessão em que foi negado o pedido para a realização da perícia dos áudios.

Segundo os advogados, o voto de três integrantes do conselho contra a perícia não valida a decisão, que precisaria ser referendada por pelo menos cinco senadores.

Outro argumento é que Costa, ao decretar o encerramento da fase de investigações na última terça-feira, desrespeitou os prazos previstos à defesa. Os advogados acusam o relator de “deliberado movimento” para que o processo de cassação seja acelerado no Senado.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Demóstenes vai ao STF para anular processo – 15/06/2012.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *