Documentos arquivados em uma sala do Conedh-MG (Conselho de Direitos Humanos de Minas Gerais), em Belo Horizonte, revelam torturas sofridas pela presidente Dilma Rousseff...

Documentos arquivados em uma sala do Conedh-MG (Conselho de Direitos Humanos de Minas Gerais), em Belo Horizonte, revelam torturas sofridas pela presidente Dilma Rousseff durante a ditadura militar (1964-85).

Até agora, só se sabia que Dilma tinha sido torturada por militares em São Paulo e no Rio. Em depoimento de 2001, contudo, ela conta que também foi torturada em Juiz de Fora (MG), para onde foi levada em janeiro de 1972.

O testemunho, prestado a integrantes do Conedh-MG, foi revelado ontem pelo “Correio Braziliense”. Segundo o jornal, durante a tortura os militares indagaram sobre um plano de fuga de Ângelo Pezzuti, ex-líder do grupo Colina, no qual Dilma militou.

Ela descreve os tipos de tortura a que foi submetida, como pau-de-arara, choques elétricos e palmatória, e diz ter recebido socos no rosto.

“Minha arcada girou para o outro lado, me causando problemas até hoje, problemas no osso do suporte do dente. Me deram um soco e o dente deslocou-se e apodreceu”, relatou ela, de acordo com o jornal. “Só mais tarde, quando voltei para SP, o [capitão Alberto] Albernaz completou o serviço com um soco, arrancando o dente.”

A correção da arcada dentária foi uma das cirurgias a que Dilma se submeteu às vésperas da campanha presidencial de 2010.

“A pior coisa é esperar por tortura”, diz ela no relato de 2001. “As marcas da tortura sou eu. Fazem parte de mim.”

Em 2002, Dilma recebeu indenização de R$ 30 mil pela prisão em Minas. Em 2009, em nota sobre a indenização, a Casa Civil, então chefiada por Dilma, cita sua prisão, mas não menciona torturas.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Depoimento de Dilma revela novas torturas – 18/06/2012.

Comentários

  • silva

    18/06/2012 #1 Author

    Caramba! Atacam o torturado e defendem o Governo golpista torturador? Temos de fato muito a evoluir. Ainda bem que agora se pode dizer qualquer coisa livremente. Se fosse nos anos 70 quem dissesse que o presi mentiu tava lenhado.

    Responder

  • fisgado

    18/06/2012 #2 Author

    Não digo que não, mas a data e o motivo da tortura de Dilma em Juiz de Fora, 1972, não combinam, a menos que os militares estivessem interessados em compor, com finalidade estratégica, o perfil do “perigosíssimo terrorista” Angelo Pezzuti (um intelectual classe média preso em janeiro/1969), resgatado com os demais dirigentes do Colina/VAR-Palmares do presídio de Linhares em 14/06/1970, já banido e vivendo em Paris. Mas também é muita perseguição e sadismo com a pobre futura presidente: transferi-la do Tiradentes em S. Paulo, onde estava presa desde janeiro de 1970, para desvendar, a socos, um velho plano de fuga em Juiz de Fora nas Minas Gerais!?

    Responder

  • Luciano Buisine

    18/06/2012 #3 Author

    A ex-terrorista, hoje presidenete, quer a todo custo mostrar ao leitor o que ela sofreu durante o governo militar, passando-se por “santinha” . Tdos sabem o que a organização terrorista a qual ela pertencia, foi autoara de vários atentados com vítimas fatais. Esta atal de “Comissão da Verdade” é apenas revhanchismo.

    Responder

  • Nando

    18/06/2012 #4 Author

    Duvido que tenha realmente sido torturada, deve ser mais uma mentira como as do diploma dela! Se fosse verdade que foi torturada, teria um mínimo de companheirismo e solidariedade com os presos políticos cubanos!
    O sofrimento faz o ser humano crescer e ser melhor. Nela não vemos nenhuma iniciativa para estender a mão aos milhares de presos de opinião, que o lullalau teimou em classificar de bandidos comuns com um único crime: SER CONTRA A TIRANIA DA DITADURA AUTORITÁRIA DO FIDEL.

    Responder

    • sossegao abc

      18/06/2012 #5 Author

      Concordo com os comentarios. Dilma nunca deve ter sido torturada – as prisões, os inqueritos, os paus de arara e tudo aquilo que se relaciona ao período não devem passar de uma conspiração judaica, tramada nos anos 60, para fazer daquela jovem um joguete 50 anos depois e assim poderem dominar o Brasil.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *