O Partido Socialista do presidente François Hollande obteve ontem a maioria absoluta na Assembleia Nacional, no segundo turno das eleições legislativas na França. Com...

O Partido Socialista do presidente François Hollande obteve ontem a maioria absoluta na Assembleia Nacional, no segundo turno das eleições legislativas na França.

Com seus aliados da Frente de Esquerda, o Partido Socialista (PS) garantiu 313 das 577 cadeiras do Parlamento. A maioria absoluta é assegurada com 289 vagas.

A vitória contundente abre caminho para que Hollande aprove as políticas de estímulo ao crescimento que prometeu durante a campanha.

Como candidato, ele adotou discurso contrário às medidas de austeridade e cortes orçamentários defendidos pela Alemanha para equilibrar a economia da região.

“A larga e sólida maioria nos permitirá aprovar leis para a mudança e nos dá grandes responsabilidades na França e na Europa”, disse o chanceler Laurent Fabius.

O ministro da Economia, Pierre Mascovici, também indicou que o resultado favorecerá o cumprimento das promessas de campanha, ao dizer que a França respeitará seus compromissos financeiros sem recorrer às políticas de austeridade.

Contudo, o PS também sofreu derrotas. Ségolène Royal, ex-mulher de Hollande, perdeu para o socialista dissidente Olivier Falorni.

Ao reconhecer a derrota, Royal falou em “traição política” e afirmou que Falorni foi eleito com os votos da direita. Ela não deixou claro se a acusação de “traição política” era endereçada à atual mulher de Hollande, Valèrie Trierweiler, que declarou apoio a Falorni, provocando uma crise palaciana.

Hollande apoiava Royal, e Trierweiler foi criticada por exceder seu papel de primeira-dama, ao interferir em questões de política interna.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Mundo – Eleição legislativa dá vitória a Hollande – 18/06/2012.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *