Da Folha Online. Após atender à solicitação do presidente Lula em não deixar a liderança do PT no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP) publicou neste...

Da Folha Online.

Após atender à solicitação do presidente Lula em não deixar a liderança do PT no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP) publicou neste sábado em seu perfil no Twitter um pedido de compreensão das razões que o levaram a tomar a decisão.

“Errei ao dizer que anunciaria uma renúncia irrevogável, mas gostaria que vocês conhecessem as razões mais profundas que me levaram a essa decisão”, pediu o senador em seu perfil da rede social, que possui mais de 16 mil seguidores.

A declaração aparentemente responde às críticas que Mercadante vem recebendo da maior parte dos internautas via Twitter desde que anunciou sua mudança de decisão.

No discurso em que confirmou sua permanência na liderança do PT no Senado, Mercadante disse que não poderia falar “não” para um pedido de Lula. “Mais uma vez na minha vida, o presidente Lula me deixa numa situação que eu não tenho como dizer não. Não tenho. Não tenho, como não tive muitas vezes.”

Na carta citada por Mercadante, Lula diz que divergências são normais. “Dificuldades e divergências fazem parte dessa caminhada, mas são menores do que ela. Em nome dessa história e dessa caminhada, fique na liderança. Esse é um pedido sincero de um velho amigo e sempre companheiro”, afirma a carta.

Mercadante ameaçou deixar a liderança do PT depois de discordar da direção nacional do partido, que orientou a bancada a votar pelo arquivamento dos 11 processos contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética da Casa.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *