Leandro Fortes, no blog Brasília, eu vi Deu-se estes dias que chegamos a uma encruzilhada inaudita. Assim, os que ousaram se alinhar ao sentimento...

Leandro Fortes, no blog Brasília, eu vi

Deu-se estes dias que chegamos a uma encruzilhada inaudita. Assim, os que ousaram se alinhar ao sentimento de Luiza Erundina, de repúdio à ligação do PT e de Lula a Paulo Maluf, passaram a ser chamados de “puros”. Assim mesmo, entre aspas, para que fique claro a conotação de que, uma vez puros, são também tolos, tristes sonhadores, idealistas cuja atitude pueril não só transgride as …regras do jogo como, no fim das contas, subverte a ordem de uma guerra santa. Em meio ao jihadismo estabelecido nas eleições paulistanas, de demônios tão nítidos quanto malignos, a atitude de Erundina contra a aliança da esquerda com um bandido procurado pela Interpol, com o cúmplice ativo dos assassinos da ditadura militar, com o construtor da vala comum do cemitério de Perus, com a representação do pior da direita, enfim, tornou-se um ato de traição, de purismo político, de angelical perversão.

Ato contínuo, os mesmos que dias antes haviam comemorado a chegada da deputada do PSB à campanha de Fernando Haddad passaram, de uma hora para outra, a demonizá-la, curiosamente, pelo viés de um purismo atávico e infantil. Erundina, a louca idealista, a tresloucada individualista capaz de destruir os planos de redenção da esquerda por causa de uma foto, uma imagem de nada, um instantâneo sem relevância nem simbolismo, apenas o registro banal de um líder da resistência a se confraternizar com chefe da escória. Ah, os puros, como são tolos! Justo quando deles se exige fortaleza e dedicação, aparecem esses sonhadores cheios de escrúpulos e regramentos éticos.

De toda parte, então, passaram a rugir leões do pragmatismo político, militantes de uma realpolitik feroz, implacável, a pregar a irrelevância dos puros, dos tolos da ética, quando não de sua influência nefasta sobre os jovens e, claro, do enorme desserviço prestado à democracia e ao admirável mundo novo que se anuncia. Os puros, dizem, nunca ganham eleições. E se não o fazem, portanto, que não atrapalhem os que as querem ganhar a qualquer custo. É preciso impedi-los, portanto, de se mostrar em público. É preciso calá-los, desqualificá-los, torná-los ridículos, patéticos em sua fraqueza.

Nem que para isso seja preciso transformar em traidora uma brasileira digna, com 40 anos de vida pública inatacável, uma heroína da resistência, uma política que passou a vida levando assistência a favelas e cortiços, uma parlamentar que dedica seus mandatos a defender a democratização da comunicação e o resgate da memória dos que foram seqüestrados, torturados e mortos pelo regime ao qual serviu Paulo Maluf. Este mesmo Maluf contra o qual os puros, os tolos e os sonhadores da política, vejam vocês, tem a ousadia de se voltar.

Beba na fonte: Nós, os puros | Leandro Fortes.

Comentários

  • Amores

    22/06/2012 #1 Author

    Malufista votando no PT ? Acho que a oposição comeu bola outra vez . Se a terra é de malufista, o Lula fez o certo.

    Responder

  • João Humberto Venturini

    22/06/2012 #2 Author

    Bom o texto do Leandro! Mas sempre vale lembrar q Maluf foi disputado por PT e PSDB. Agora o ridículo do Serra tenta pegar isso p/ tripudiar como se ele e seu partido ñ tivessem nada a ver c/ Maluf. Aliás, Maluf o apoiou em 2010, assim como o Quércia e o PP de Maluf faz parte da administração Alckmin. Então o psdb e Serra não podem falar nada, pois tb tem rabo preso c/ Maluf.
    Engraçado é o Pannunzio destacar texto do Leandro Fortes só pq este critica o PT e esse tiro no pé de Lula, assim como só agora a mídia, em geral, afaga Erundina como se nunca a tivessem escrachado no passado.
    O partidarismo do Pannunzio nesse blog demonstra q qdo a esquerda critica a esquerda, ai tem espaço. Para quem é crítico e percebe o sectarismo do autor desse blog, pode ver q críticas a casos de corrupção do psdb e muito menos à Serra quase inexistem. Depois é só a outra imprensa q é partidária. Hipocrisia é pouco.

    Responder

    • Fábio Pannunzio

      22/06/2012 #3 Author

      Você com certeza e um desses petralhas que não lêem o meu blog. Se lesse, não falaria tanta bobagem.

    • Airton

      22/06/2012 #4 Author

      “O símbolo da pouca vergonha nacional está dizendo que quer ser presidente. Daremos a nossa vida para impedir que Paulo Maluf seja presidente.” (LULA, junho de 1984)

      “Se o civil tiver que ser o Paulo Maluf, eu prefiro que seja um general.” (LULA, junho de 1984)

      “Como Maluf pode prometer acabar com ladrão na rua enquanto ele continua solto?” (LULA, setembro de 1986)

      “O problema do Brasil não está no deputado Paulo Maluf, mas sim nos milhares de malufs.” (LULA, outubro de 1986)

      “Os administradores do PT são como nuvens de gafanhotos.“ (PAULO MALUF, março de 1993)

      “Maluf esquece de seu passado de ave de rapina. O que ameaça o Brasil não são nuvens de gafanhotos, mas nuvens de ladrões. Maluf não passa de um bobo alegre, um bobo da corte, um bufão que fica querendo assustar as elites acenando com o perigo do PT. Maluf é igualzinho ao Collor, só que mais velho e mais profissional. Por isso é mais perigoso.” (LULA, março de 1993)

      “Ave de rapina é o Lula, que não trabalha há 15 anos. Faz 15 anos que não está no torno, que não conta como vive e quem paga seu salário. Ave de rapina é o PT, que rouba 30% de seus filiados que ocupam cargos de confiança na administração. Se o Lula acha que há ladrões à solta, que os procure no PT, principalmente os que patrocinaram a municipalização do transporte coletivo de São Paulo.” (MALUF, março de 1993)

      “Quem votar em Lula vai cometer suicídio administrativo.”. (MALUF, julho de 1993)

      “Estou feliz. Afinal, não estamos em campanha. Enquanto isso, alguns desocupados, como é o caso de Lula, andando pelo Brasil com emprego dado pelo PT, ganham o dinheiro dos trabalhadores.” (MALUF, agosto de 1993)

      “A impressão que se tem é que Cristo criou a terra, e Maluf fez São Paulo.” (LULA, maio de 1996)

      “O Maluf é que deveria estar atrás das grades e condenado à prisão perpétua por causa da roubalheira na prefeitura.” (LULA, julho de 2000)

      “Quero evitar que o PT tenha aqui base para alavancar a eleição do Lula em 2002. Foi o que eu disse para um amigo, na sua empresa de mil funcionários: ‘Você colocaria o Lula como diretor de recursos humanos?’ Ele respondeu que não, e eu disse: ‘Peraí. Não serve para ser diretor da sua empresa e serve para ser presidente da República?’” (MALUF, outubro de 2000)

      “Declaração infeliz do presidente. Ele não está a par do problema, e se ele quiser realmente começar a prender os culpados comece por Brasília. Tenho certeza de que o número de presos dá a volta no quarteirão, e a maioria é do partido dele, do PT.” (MALUF, outubro de 2005)

      Eles por eles.

  • Lucas

    21/06/2012 #5 Author

    O Airton das 22:21 matou a pau.
    O ex-quase futuro aviador poderia fazer sua defesa.
    Se não fizer…

    Responder

  • Airton

    21/06/2012 #7 Author

    Mas este é o Leandro Fortes

    http://www.conjur.com.br/2012-jun-15/revista-mostra-desfaz-reportagem-atacar-ministro
    ” …Procurado para se manifestar, justificar sua conduta e explicar as áreas nebulosas de sua trajetória, Leandro Fortes parece ter se assustado. Gaguejou, silenciou e desligou o telefone abruptamente assim que este interlocutor se identificou. Nova tentativa. A ligação foi rejeitada. No recado, como costumam fazer jornalistas que querem fazer reportagens inteiras, ficaram gravadas as perguntas e um número de telefone para resposta, que não veio. Foram feitas mais duas tentativas. Em ambas o telefone foi desligado pelo não tão incisivo jornalista.”

    Responder

  • Jotavê

    21/06/2012 #8 Author

    Lindo texto de Leandro Fortes. Eu só acrescentaria uma coisa. Quem sabotou a administração de Luíza Erundina na cidade de São Paulo não foi o PSDB. Foram os extremistas do próprio PT, que consideravam Erundina “conciliadora” e “reformista”. Chegaram a votar contra a aprovação de suas contas. Grande parte dos “puros” que agora a apóiam fizeram parte da artilharia de “fogo amigo” que atirava sem dó nem piedade contra ela.

    Responder

    • Sol

      22/06/2012 #9 Author

      Bem lembrado, Jotavê. A turma gosta de esquecer certas coisas, mas quem tratou a Erundina feito cachorro sem dono foi o próprio PT. Aliás, foi exatamente aí que comecei a achar que o PT era uma versão “esquerda” do Arena/PFL/DEM.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *