Gurgel ainda examina se vai pedir que Toffoli não julgue o mensalão

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse que está examinando se vai pedir o impedimento ou a suspeição do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), para participar do julgamento do mensalão. Ele afirmou que, se for o caso, fará isso no julgamento, marcado para começar em 1º de agosto. Antes, Gurgel vai esperar um pronunciamento de Toffoli sobre o assunto.
— Isso será examinado em um momento oportuno. Temos que aguardar a afirmação do ministro — disse.
Gurgel afirmou que ainda não tem convicção formada sobre a conveniência da participação de Toffoli no caso. O ministro, por sua vez, não está com pressa. Perguntado sobre o que vai fazer, respondeu:
— Ainda tenho as férias pra pensar.
Nesta quinta-feira, O GLOBO informou que setores do Ministério Público querem uma providência de Gurgel. Antes disso, perguntado sobre o assunto, o procurador-geral dizia que a decisão caberia só a Toffoli.
Segundo o Código de Processo Civil, um juiz deve se declarar suspeito para atuar em um caso se for amigo de uma das partes. Toffoli foi chefiado por um dos réus no processo do mensalão, o ex-chefe da Casa Civil José Dirceu, de 2003 a 2005. Além disso, Toffoli frequentava a casa de Dirceu.
A namorada de Toffoli, Roberta Rangel, foi advogada de um dos réus, o ex-deputado Professor Luizinho (PT-SP), para quem fez inclusive sustentação oral no plenário do STF em agosto de 2007, quando os ministros transformaram o inquérito em ação penal.

Beba na fonte: Gurgel ainda examina se vai pedir que Toffoli não julgue o mensalão – O Globo.

Comentários

One thought on “Gurgel ainda examina se vai pedir que Toffoli não julgue o mensalão

  1. Pannunzio,

    O “procurador” Roberto “BR 800” Gurgel,tem que deixar de vigarice e impedir que o farsante Toffoli vote na corrupção do mensalão.

    Toffoli,é PT desde criancinha.Seu vínculo com Lula,Dirceu,
    Dilma et caterva,lhe impede totalmente.

    Num país sério,Toffoli,nunca teria chegado a Suprema Corte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *