Da Folha Online. O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, exonerou hoje dois assessores ligados à ex-secretária Lina Maria Vieira. As exonerações de Alberto...

Da Folha Online.

O secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, exonerou hoje dois assessores ligados à ex-secretária Lina Maria Vieira. As exonerações de Alberto Amadei Neto e Iraneth Maria Dias Weiler foram publicadas nesta segunda-feira pelo “Diário Oficial” da União.

Amadei Neto era assessor de Lina e Iraneth, chefe de gabinete da ex-secretária. A Folha apurou que Lina Vieira foi demitida no dia 9 de julho, entre outros motivos, por não ter atendido a uma série de pedidos políticos. Cartaxo assumiu seu lugar.

Em entrevista ao jornal, a ex-secretária afirmou que se encontrou com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) no final do ano passado, quando Dilma lhe pediu para agilizar as investigações sobre familiares do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Dilma negou o encontro e desmentiu Lina.

Na semana passada, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) divulgou nota oficial para informar que não tem como fornecer imagens do circuito interno de vídeo da Casa Civil que poderiam comprovar o encontro.

A Câmara dos Deputados havia encaminhado ofício ao GSI com o pedido da oposição, mas o gabinete negou a solicitação com o argumento de que as imagens não estão no arquivo do Palácio do Planalto.

O GSI também negou o pedido para que a Câmara tenha acesso à planilha com as placas de veículos que estiveram no Palácio do Planto do final do ano passado. Mas confirmou que o nome de Lina Vieira não consta nos registros de autoridades que ingressaram no palácio entre novembro e dezembro do ano passado.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *