O jornal espanhol El Pais vai veicular uma reportagem sobre o combate ao crime nas Unidades de Polçiia Pacificadora do Rio de Janeiro. Um...


O jornal espanhol El Pais vai veicular uma reportagem sobre o combate ao crime nas Unidades de Polçiia Pacificadora do Rio de Janeiro. Um fotógrafo a serviço do periódico acompanhou uma operação da polícia que resultou em um policial ferido pelos bandidos da Favela São Carlos no dia 7 do mês passado. As cenas registradas são impressionantes.
Na chamada da matéria especial, o jornal antecipa que “muitos vêm as UPPs como uma solução provisória que visa acobertar a violência”, e aposta que tudo voltará a ser como antes quando passarem os jogos olímpicos de 2016.

Beba na fonte: clique aqui para ler a matéria no site do El País

Comentários

  • Carlo Germani

    29/06/2012 #1 Author

    Pannunzio,

    As UPPS são uma fraude total.Trata-se de um “pacto” entre o crime organizado e o canalha do Sergio Cabral+PT et caterva.

    Os traficantes continuam com o comércio das drogas,mas sem a ostentação de antes.Não serão atacados pelos PMs.
    Há uma falsa tarnquilidade nas favelas “pacificadas” com as UPPs.

    Na verdade,as UPPs,são unidades futuras represoras para num futuro de curtíssimo prazo,agiram contra a população local.
    PS-Em breve a megacrise monetária-financeira,a partir da Europa (zona do Euro)e nos EUA,terá seu colapso total.
    O caos será generalizado e global.
    O Brasil,será atingido como um tsunami devastador.
    Logo,a força policial presente nas favelas com as UPPs,
    fará uma ação extrema de repressão,repito,contra as populações locais.

    Responder

  • Sol

    28/06/2012 #2 Author

    Eu sou uma das que acredita que a UPP é para inglês ver e os nossos bravos policiais se ferrarem. Esse Cabral é uma farsante, se quisesse combater o tráfico teria montado uma força tarefa com a Justiça, MP e Polícia, para de fato acabar com o poder paralelo que existe no Rio. A única coisa que foi feita foi um cinturão de segurança nas áreas vitais para a Copa 14 e Olimpíadas 16. Depois… vamos ficar na revanche selvagem dos traficantes e milicianos.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *