Não foi de todo ruim a ausência do secretário de segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que desertou da guerra movida pelo PCC...

Não foi de todo ruim a ausência do secretário de segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que desertou da guerra movida pelo PCC contra a PM paulista para ir assistir ao jogo do Corinthians em Buenos Aires.

Na falta do titular, o adjunto, com mais sensatez, admitiu finalmente que há uma crise na segurança paulista, sob ataque do PCC há pelo menos quinze dias. Jair Manzano  assumiu sem rodeios aquilo que só os cegos e os assessores de Antônio Ferreira Pinto, o responsável por tudo o que está acontecendo, insistem em negar: que constitui um “fato incomum” a morte de 9 policiais em horário de folga e os incêndios que consumiram 10 ônibus até agora. E admitiu  que há uma crise, sim.

Quem sabe se a partir desse diagnóstico a Secretaria de Segurança não começa a trabalhar como deve para debelar a crise aberta com a execução de supostos criminosos pela famigerada ROTA.

Se for assim, alvíssaras. Terá ficado claro que, quanto mais longe da pasta que governa, melhor faz Ferreira Pinto pelos cidadão apavorados da maior metrópole do Hemifério Sul do planeta.

Comentários

  • Rênio Cordeiro Pereira

    01/07/2012 #1 Author

    Isso tudo acontecendo, e ainda não é um terço do que acontece dentro dos presidios paulistas, onde funcionarios estão sendo torturados fisicamente pelos detentos e pisicologicamente pela Sap ( Secretaria de Administração Penitenciaria ).

    Responder

  • damastor dagobé

    29/06/2012 #2 Author

    segurança (combate aos crime) é um tabu em tempos que todos cerram fileiras com a “sinistra”..afinal o criminoso é um potencial “companheiro de viagem” da grande revolução vindoura..é apenas um dos equívocos mais malucos desses tempos loucos..

    Responder

  • PEIXE

    29/06/2012 #3 Author

    PANNUNZIO OBRIGADO PELA FORÇA QUE VC DA AOS POLICIAIS, NA MINHA OPINIÃO VC E UMA PESSOA MUITO INTELIGENTE E DE BOA VISÃO DO QUE ACONTECE NO MUNDO COM COMENTÁRIOS BEM ELABORADOS , AGORA VAMOS AO ASSUNTO PRINCIPAL ESTA MORRENDO PAIS DE FAMÍLIAS SÓ IMAGINA A SITUAÇÃO DOS FILHOS DAS ESPOSA E MÃES DESSES POLICIAS, E O GOVERNO TRATA ISSO TUDO COMO NÚMEROS CADE A GRATIDÃO E O RESPEITO AOS POLICIAS MORTOS SE FOSSE POLÍTICOS MORTOS AOS COISAS SERIAM DIFERENTE MUITO DIFERENTE

    Responder

  • paulo

    29/06/2012 #4 Author

    isso non ecxiste!! kkkkkkkkkkkkkk

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *