Cientistas acham cerâmica mais antiga do mundo na China

RICARDO BONALUME NETO

A cerâmica é bem mais antiga do que se imaginava: fragmentos com cerca de 20 mil anos de idade foram achados na caverna de Xianrendong, na China, recuando em até 3.000 anos o uso conhecido desses artefatos.

A data impressiona, pois mostra que a cerâmica já era usada por tribos de caçadores-coletores 10 mil anos antes de surgir a agricultura.

De acordo com os cientistas, até recentemente se achava que a cerâmica tinha sido desenvolvida primeiro por populações sedentárias, que praticavam agricultura.

“A invenção da cerâmica ocorreu também entre outros grupos de caçadores-coletores, não agricultores, em outras partes do mundo”, disse à Folha o líder da pesquisa, o israelense Ofer Bar-Yosef, da Universidade Harvard (Costa Leste dos EUA).

Para o pesquisador Gideon Shelach, da Universidade Hebraica de Jerusalém, que escreveu um comentário na revista “Science”, a origem da cerâmica no leste da Ásia precisa ser mais estudada.

“A comida na China aparentemente foi baseada no cozimento e no vapor desde o começo”, diz Bar-Yosef. No Oriente Médio, a comida incluía mais grãos e sementes.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Saúde + Ciência – Cientistas acham cerâmica mais antiga do mundo na China – 29/06/2012.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *