O governo anunciou ontem “o maior Plano Safra da história”, no qual dará R$ 115,25 bilhões de crédito agrícola para a safra 2012/2013, com...

O governo anunciou ontem “o maior Plano Safra da história”, no qual dará R$ 115,25 bilhões de crédito agrícola para a safra 2012/2013, com redução média de 18,5% de taxa de juros ao produtor.

Segundo Dilma Rousseff, que delineou o plano ontem com o ministro Mendes Ribeiro (Agricultura), o estímulo serve para mostrar que “a agricultura exerce papel essencial” no enfrentamento da crise internacional, gerando emprego e renda.

As medidas anunciadas ontem beneficiam a agricultura empresarial. O setor responde por 25% do PIB, e sua queda, devido à quebra na safra de soja, foi a maior responsável por brecar a economia no primeiro trimestre.

Embora o aumento total da verba ao crédito agrícola seja de 7,5% em relação ao Plano Safra de 2011, a parcela do dinheiro que terá juros controlados pelo governo (e subsidiados) cresceu quase 20% em relação a 2011. Os juros caíram para investimento, custeio e agricultura sustentável.

Limites de financiamento para custeio de produção foram ampliados de R$ 650 mil a R$ 800 mil por produtor.

“Queremos que o produtor rural concentre sua energia na terra, na colheita, e não na hipoteca”, explicou Dilma.

A presidente também disse que o governo estuda criar uma agência de assistência técnica e extensão rural, para “disseminar as melhores práticas” na agricultura.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Mercado – Plano Safra tem redução de 18,5% no juro ao produtor – 29/06/2012.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *