Da Folha Online. O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse hoje que a fiscalização da Receita Federal funciona normalmente em todo o país, apesar das...

Da Folha Online.

O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse hoje que a fiscalização da Receita Federal funciona normalmente em todo o país, apesar das exonerações e pedidos de demissões de funcionários ligados à ex-secretária Lina Vieira.

Lina deixou o controle do fisco no mês passado e acusou a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) de ter interferido na gestão do órgão.

Nesta semana, já foram exonerados oito funcionários. Outros 60 ameaçam deixar seus cargos. O principal motivo citado pelos demissionários é a suposta mudança de foco na fiscalização, o que foi negado hoje pelo ministro.

“É uma balela dizer que não estamos fiscalizando os grandes contribuintes. Há mais de dez anos existe um programa de fiscalização, que foi reforçado no meu comando”, afirmou Mantega.

O ministro citou como exemplo, o reforço da equipe de fiscalização sobre o sistema financeiro, que estava mais “carente”.

Mantega negou também que haja uma paralisação das atividades do órgão por causa dessas mudanças de pessoal. “A Receita está funcionando normalmente. Está se criando a ideia falsa de que há confusão.”

Segundo ele, é normal que o novo secretário da Receita, Otacílio Cartaxo, realize essas trocas. De acordo com o ministro, os demissionários são pessoas que já seriam mesmo afastadas.

O novo secretário da Receita, Otacílio Cartaxo, anunciou ontem os principais nomes da sua nova equipe. Foram feitas substituições no comando das superintendências regionais da Receita em São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul e também em duas das quatro secretarias-adjuntas do fisco.

Leia esta notícia na íntegra clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *