A morte ronda o Congresso Nacional. E para espanto geral, ela não anda sozinha. Duas “almas penadas” circulam pelo gramado da Casa desde o...

A morte ronda o Congresso Nacional. E para espanto geral, ela não anda sozinha.

Duas “almas penadas” circulam pelo gramado da Casa desde o fim da manhã de hoje.

Vestidas de preto e com uma foice na mão, elas chamam a atenção de quem passa pelo local na tarde desta quinta-feira.

As duas almas foram importunadas pela polícia do Senado, que cercou o terreno para saber o que estava acontecendo. Mas como não representam ameça para os parlamentares e não têm pretensões de invadir o Congresso, continuam andando pelas redondezas.

Com cartazes dizendo “Os congressistas facilitam meu trabalho”, os manifestantes pedem que a aposentadoria seja corrigida pelo salário mínimo. Eles citam que o aposentado, em 1994, ganhava  10 salários, enquanto que hoje, recebe cinco. “Corrijam essa injustiça. Paguem o que deixou de ser pago”, exclamam.

Há pouco, as almas inclusive posaram para fotos de quem passava pelo local.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *