Cresce taxa de assassinatos de crianças e adolescentes no Brasil

As chances de uma criança ou adolescente brasileiro morrer assassinado são maiores hoje do que eram há 30 anos, colocando o país na quarta pior colocação numa comparação com outros 91 países. Em 1980, a taxa de homicídios na população entre zero e 19 anos era de 3,1 para cada 100 mil pessoas. Pulou para 7,7 em 1990, chegou a 11,9 em 2000 e alcançou 13,8 em 2010. Um crescimento de 346,4% em três décadas, em contraste com a mortalidade provocada por problemas de saúde, que teve queda acentuada. Quando considerada toda a população, a taxa de homicídios em 2010 foi de 27 por 100 mil habitantes. Considera-se que há uma epidemia de homicídios quando a taxa fica acima de 10 por 100 mil.

No Brasil, em 2010, 8.686 crianças e adolescentes foram vítimas de homicídio. De 1981 a 2010, o país perdeu 176.044 pessoas com 19 anos ou menos dessa forma. Meninos representam em torno de 90% do total.

Os números são do estudo “Mapa da Violência 2012 — Crianças e Adolescentes do Brasil”, do pesquisador Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador de Estudos sobre a Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) no Brasil. Além dos assassinatos, o estudo analisou as mortes violentas causadas por fatores externos, dividindo-as em cinco grupos: homicídios, acidentes de transporte, outros acidentes, suicídios e outras violências.

Em 2010, de todas as mortes violentas de crianças e adolescentes, 43,3% foram homicídios; 27,2% acidentes de transporte; 19,7% outros acidentes.

Beba na fonte: Cresce taxa de assassinatos de crianças e adolescentes no Brasil – O Globo.

Comentários

6 thoughts on “Cresce taxa de assassinatos de crianças e adolescentes no Brasil

  1. Vixi,a noça presidanta vai ter que mudar de novo os nossos índices de (sub)desenvolvimento. Melhor avaliar pelo fator de felicidade,afinal brasileiro está na merda mas é feliz,né não?

  2. A Bahia é um campo de morticinio de jovens, mas ja que é governado por um companheiro isso deve ser uma coisa boa..

  3. Aposto 30 dinheiros que os algozes destes “anjinhos” em 90% das vezes são pessoas da mesma faixa etária.

    São garotos matando garotos.

    Mas isto não é politicamente correto divulgar na pesquisa.

  4. Se com um PIB de 1,9% estamos, segundo nossa ‘magnífica’ presidente, 300% protegidos da crise econômica, imaginem então as nossas crianças? Com toda a preocupação e dedidacão da Dona Dilma elas devem ter, no mínimo, 1000% de proteção. A manchete dessa matéria é a maior prova disso!

  5. Taí, nossas crianças e adolescentes nos levando ao PIBÃO.
    Parabéns, presidente Dilma!

  6. Destaque a queda no Estado de São Paulo: 76,1% entre 2000 e 2010.

    Era o 4º Estado mais violento entre crianças e jovens, agora passou a ser o penúltimo.

    Realmente, esses tucanos são fascistas, nazistas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *