Da Folha Online. A senadora Marina Silva (PV-AC) disse hoje que não se colocará como “vítima” da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil). Quando era...

Da Folha Online.

A senadora Marina Silva (PV-AC) disse hoje que não se colocará como “vítima” da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil). Quando era ministra do Meio Ambiente, Marina teve divergências com Dilma. “Não vou me colocar no lugar de ‘vítima’ da Dilma”, afirmou.

Marina falou sobre sua convivência com Dilma no governo Luiz Inácio Lula da Silva, após confirmar sua filiação ao PV na tarde deste domingo. Apesar da possibilidade de enfrentamento eleitoral com a pré-candidata do PT à Presidência, ela sinalizou que não usará sua saída do governo para atacar Dilma numa eventual campanha do PV.

“Minhas posições eram defendidas de igual para igual quando eu era ministra. Na Casa Civil, a Dilma coordenava o governo. Mas, em última instância, as decisões sempre foram do presidente Lula”, avaliou.

Marina deixou o governo em maio de 2008, alegando dificuldades para cumprir a agenda ambiental federal. Nos bastidores, a saída de Marina foi atribuída a críticas internas de Dilma à atuação do Ministério do Meio Ambiente, que sob o comando de Marina seria excessivamente rigoroso no licenciamento de obras e projetos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A senadora, contudo, evitou reacender polêmicas com a antiga colega de governo e provável adversária nas urnas. “Eram, digamos assim, visões diferentes. Mas, não vou me colocar no lugar de vítima”, frisou.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *