Ativistas do Greenpeace fazem uma manifestação em frente ao palco em que discursa o presidente Lula, no lançamento do marco regulatório do pré-sal. Os...

Ativistas do Greenpeace fazem uma manifestação em frente ao palco em que discursa o presidente Lula, no lançamento do marco regulatório do pré-sal. Os ativistas levaram duas faixas com os dizeres “Não dá para ignorar a questão ambiental” e “Pré-Sal e poluição: Não dá pra falar de um sem falar do outro”. O manifesto deve sair na capa dos maiores jornais do país amanhã.

Lula discursa há mais de 30 minutos. Antes dele, falaram os ministros Edison Lobão (Minas e Energia), Dilma Rousseff (Casa Civil) e o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP). Dilma ressaltou que o pré-sal abre as “portas para o futuro” e pode alçar o Brasil a “posição ímpar e destacada na geopolítica do petróleo”, enquanto Temer soltou a pérola “O Pré-Sal é nosso.”

Os três governadores que exigiram maior participação nos royalties do Pré-Sal, e foram, aparentemente, atendidos no pedido, Paulo Hartung (PMDB-ES), Sérgio Cabral (PMDB-RJ) e José Serra (PMDB-SP), chegaram atrasados em pouco mais de 30 minutos.

A manifestação foi anunciada via Twitter pelo Greenpeace.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *