A advogado José Guilherme Villela, que foi assassinado junto com sua esposa e a empregada que trabalhava em seu apartamento, não era visto desde...

A advogado José Guilherme Villela, que foi assassinado junto com sua esposa e a empregada que trabalhava em seu apartamento, não era visto desde a última sexta-feira. Segundo informações dos vizinhos, ele foi trabalhar normalmente naquele dia e desapareceu. A polícia foi chamada ao apartamento por parentes que ficaram preocupados com a falta de contato.

Esta é a quinta tragédia que cerca pessoas que estiveram próximas a Fernando Collor de Mello durante seu impeachment. O irmão do ex-presidente, Pedro Collor, foi vítima de um câncer meteórico. A mulher de PC Farias, Elma Farias, foi “vítima” de um fulminante ataque cardíaco quando parecia gozar de perfeita saúde. O corpo foi cremado no dia seguinte.

O próprio PC Farias, o braço executivo do esquema de corrupção do governo Collor, teve um fim violento e ainda hoje mal explicado. Foi morto por uma garota de programa, Suzana Marcolino, em sua casa da praia de Guaxuma, em Maceió. A perícia, objeto de fundadas suspeitas posteriores, apontou que Suzana matou PC e depois se matou.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *