O carro de cadáveres do IML acaba de estacionar diante do Bloco C da quadra 113 Sul. Dentro de instantes os corpos do advogado...

O carro de cadáveres do IML acaba de estacionar diante do Bloco C da quadra 113 Sul. Dentro de instantes os corpos do advogado José Guilherme Villela, da esposa dele e da empregada, mortos barbaramente entre a última sexta e domingo passado, serão levados ao Instituto Médico Legal para autópsia.

O estado de decomposição em que os corpos se encontram impossibilita conclusões preliminares sobre a causa das mortes. Um dos investigadores, no entanto, diz que há indícios de que o assassino (ou assassinos) tenha matado as três pessoas a facadas.

Um dos vizinhos assegura que não notou nenhum tipo de movimentação anormal nos últimos dias. Os porteiros do prédio também não anotaram nada que indicasse a ocorrência de uma tragédia como a que se verificou.

“Há sinais evidentes de violência, mas nada que indique qualquer tipo de reação possível das vítimas”, disse ao Blog uma pessoa que vistoriou a cena do crime.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *