A mulher do empresário Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, depositou no início da manhã desta terça-feira (31) a fiança no valor de R$ 100 mil...

A mulher do empresário Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, depositou no início da manhã desta terça-feira (31) a fiança no valor de R$ 100 mil determinada em medida cautelar expedida pelo juiz federal Mark Yshida.

A informação é do delegado federal Sandro Paes Sandre, que comandou a operação na manhã de segunda-feira (30) para cumprir mandados de busca e apreensão na casa de Andressa e a conduziu à sede da Superintendência da Polícia Federal em Goiás.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Mulher de Cachoeira deposita fiança de R$ 100 mil – 31/07/2012.

Comentários

  • Antonio

    31/07/2012 #1 Author

    Boa noite,
    Acompanho seu blog e vejo muito de imparcialidade.
    Através do g1 soube que a mulher do cachoeira intimidou o juiz utilizando o nome do Policarpo da veja.
    Gostaria de ler no blog, a cobertura sobre a posição do juiz federal, como sempre imparcial.

    grato até a próxima.

    Responder

  • Mario

    31/07/2012 #2 Author

    Prezado Pannunzio,

    Esse país é uma vergonha!

    O Juiz que estabeleceu esse valor de fiança vive no mundo da Lua. Ora, a Andressa intimidou um Juiz Federal, é mulher de um gangster com negócios bilionários em todo país e o Juiz acha razoável o valor de R$100.000,00? Esse dinheiro ela usa num dia de compras em Paris…

    A fiança poderia ter sido estabelecida em até duzentas mil vezes o salário mínimo, como dispõe o artigo 325 do CPP, II, §1º,III; e artigo 326:

    “Art. 325. O valor da fiança será fixado pela autoridade que a conceder nos seguintes limites: (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).
    (…)

    II – de 10 (dez) a 200 (duzentos) salários mínimos, quando o máximo da pena privativa de liberdade cominada for superior a 4 (quatro) anos. (Incluído pela Lei nº 12.403, de 2011).

    § 1º Se assim recomendar a situação econômica do preso, a fiança poderá ser: (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).

    I – dispensada, na forma do art. 350 deste Código; (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).

    II – reduzida até o máximo de 2/3 (dois terços); ou (Redação dada pela Lei nº 12.403, de 2011).

    III – aumentada em até 1.000 (mil) vezes”

    “Art. 326. Para determinar o valor da fiança, a autoridade terá em consideração a natureza da infração, as condições pessoais de fortuna e vida pregressa do acusado, as circunstâncias indicativas de sua periculosidade, bem como a importância provável das custas do processo, até final julgamento”

    Cheio de pobre preso por não pagar fiança de um salário mínimo por furto e a Andressa livre por intimidar um Juiz Federal. Não que eu ache que os criminosos pobres devam ser soltos sem pagar fiança, mas a Andressa tinha de depositar um valor condizente com a realidade dela de mulher do Al Capone brasileiro. Dez milhões de reais ainda seria pouco.

    Desta vez, o Juiz não pode nem falar que não tinha lei para manter essa bandida presa…

    Mario.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *