O blog errou. Felizmente errou para menos. No post intitulado Ao menos 14 coronéis da PM paulista recebem acima do teto constitucional, a patente...

O blog errou. Felizmente errou para menos. No post intitulado Ao menos 14 coronéis da PM paulista recebem acima do teto constitucional, a patente dos oficiais foi anotada erroneamente. Na verdade, os valores se referem ao soldo pago em junho aos tenentes-coronéis.

O número de coronéis que receberam acima do limite legal é bem maior. De acordo com o site da Transparência do governo do Estado de São Paulo, 97 dos 1142 coronéis —  1 em cada 12 — foram aquinhoados com pagamentos brutos acima de R$ 26,7 mil. Considerado apenas o soldo líquido, o número de oficiais com vencimentos superiores ao teto chega a 55.

O maior valor foi pago ao Cel. Ailton Araújo Brandão. Ele recebeu R$ 260.934,59.

Em segundo lugar, com aproximadamente metade desse valor,  aparece o nome de Silvério Leme Filho. O Coronel recebeu R$ 132.088,91 de soldo bruto em junho.

O pagamento desses valores não constitui necessariamente nenhuma irregularidade. Os soldos podem ser inflados eventualmente por decisões judiciais, pagamento de verbas rescisórias e indenizações.

Chama a atenção, no entanto, a incidência de valores tão expressivo no topo da oficialidade. A porcentagem de tenentes-coronéis que receberam acima do teto é inferior a 1%. E apenas um delegado especial da Polícia Civil obteve o mesmo privilégio. Os coronéis com vencimentos anômalos representam 8,4% da patente.

Excluindo-se esse casos, a média salarial dos coronéis foi de R$ 17.914,44. A média do valor líquido, R$ 11.635,07.

Os soldos brutos custaram ao governo do estado R$ 22,19 milhões. Os salários acima do teto, que somaram R$ 4,28 milhões, representaram 23,9% da folha da patente em junho.

Abaixo, a relação com os nomes e os valores pagos aos coronéis que receberam acima do limite legal.

nome bruto líquido
AILTON ARAUJO BRANDAO
260.934,59
254.099,57
SILVERIO LEME FILHO
132.088,91
126.593,25
CLAUDIO ANTONIO RISSOTTO
113.670,59
108.404,14
ORLANDO RODRIGUES DE CAMARGO F
85.355,30
55.588,05
JOAO ROGERIO FELIZARDO
84.067,85
52.932,91
SILVESTRE FERNANDES QUEIROGA
74.486,18
51.689,33
CARLOS JOSE DA VEIGA
71.501,60
65.279,59
TOMAZ ALVES CANGERANA
70.480,37
45.278,77
WAGNER FERRARI
70.316,34
45.966,91
HENRIQUE TRAJANO DA SILVA
69.613,98
38.536,68
JOVIANO CONCEICAO LIMA
69.462,19
44.359,68
ALCIBIADES SEBASTIAO MOTTA
68.298,48
58.999,87
REINALDO DE OLIVEIRA ROCCO
66.652,36
43.522,54
CLAUDIO AUGUSTO XAVIER
64.603,55
41.696,38
SERGIO FRANCISCO GOMES PENNA
60.883,42
42.434,02
VLADIMIR DE OLIVEIRA REIS
56.357,45
39.322,40
PAULO HARRUNOBU KOMATA
55.184,79
36.842,85
VALTER PEREIRA PUBLIO
53.414,88
37.550,39
PEDRO PEREIRA MATHEUS
52.793,76
42.577,17
ALBINO CARLOS PAZELLI
52.765,91
31.516,87
WALDIR CONTINI ZUQUETTO
52.502,15
33.471,81
PAULO NISHIKAWA
51.337,79
32.932,87
JOSE GUERSI
49.906,75
33.162,48
OSMAIR PAULO SACHETTO
49.602,94
33.241,59
OSWALDO DA SILVA FILHO
49.364,91
31.854,65
LINEU GUARDIANO
48.082,94
32.175,45
ANTONIO SERGIO PALAZZI
47.476,29
31.185,86
ALBERTO BASTOS DIAS
47.290,46
27.901,36
ADALBERTO JOSE GOUVEA
47.108,44
40.849,43
WALDIMIR CRISTIANO
46.819,30
36.571,05
ANTONIO MACHADO COUTO
46.581,28
40.659,24
EDUARDO MONTEIRO
46.581,28
30.322,14
MARIO MAXIMO DE CARVALHO
46.521,61
30.648,61
MOYSES ZAJAC
45.820,05
39.643,06
APARECIDO SALES DE SOUZA
45.451,71
31.422,30
JOSE SANCHES FELIX
45.265,39
30.461,36
ENJOLRAS LINS PEIXOTO
45.265,39
29.868,54
JOSE HELTON NOGUEIRA DIEFENTHA
44.272,63
32.092,12
MANOEL LAURIANO SALGADO DE CAS
43.524,28
30.063,66
PLINIO VAZ
43.518,28
36.701,24
ANTONIO ALVES DIAS
43.387,89
29.219,52
ROBERTO COSTA
43.274,56
30.117,51
JOAO CARDOSO
40.861,41
26.461,37
DECIO DE SOUZA TEIXEIRA
40.564,74
27.059,06
APARECIDO AMARAL GURGEL
39.708,89
26.321,45
HOLLIWOOD GARCIA DE MARINS
39.486,23
26.311,44
HENRIQUE MARQUES DE CARVALHO
39.470,33
34.683,57
ALUIZIO SILVEIRA DE CARVALHO P
35.583,03
25.338,46
JOAO OLIVEIRA VERLANGIERI
34.656,61
23.279,00
SERGIO TEIXEIRA ALVES
34.296,16
21.502,90
DOMINGOS FERNANDES DE AGUIAR
33.998,80
21.299,46
EDUARDO JOSE FELIX DE OLIVEIRA
33.854,48
21.354,74
MANOEL ANTONIO DA SILVA ARAUJO
33.675,76
20.860,98
JOAO DOS SANTOS DE SOUZA
32.317,59
21.352,27
JOAO AUREO CAMPANHA
31.880,35
27.889,14
EDSON SAMPAIO
29.204,19
19.205,60
JOSE CARLOS NOGUEIRA
28.180,02
17.995,74
ORLANDO HILDEGARDO PIRAGINE
28.087,50
24.899,21
NIOMAR CYRNE BEZERRA
28.087,50
24.887,49
KLEBER DANUBIO ALENCAR
28.087,50
24.473,52
JOSE LUSTOSA RORIZ CARIBE
28.087,50
24.454,47
AYLTON FERRAZ DA SILVA
28.087,50
24.367,27
CARLOS DE CARVALHO
28.087,50
24.292,95
IRACY VIEIRA CATALANO
28.087,50
24.042,04
MARIA APARECIDA CANOLA
28.087,50
21.709,88
FERNANDO JARDINI JUNIOR
28.087,50
21.188,96
JOSE ROBERTO ROSAS
28.087,50
21.162,13
CLAUDIO DI SESSA
28.087,50
21.085,30
DOMICIO SILVEIRA
28.087,50
20.998,67
ALBERTO AUGUSTO GASPAR
28.087,50
20.966,44
ARLINDO FAUSTINO DOS SANTOS JU
28.087,50
20.876,24
JOSE REINALDO GRANT
28.087,50
20.795,76
JOSE CARLOS DA SILVA
28.087,50
20.733,53
ADAUTO VIEIRA DOS SANTOS
28.087,50
20.718,20
RAUGESTON BENEDITO BIZARRIA DI
28.087,50
20.616,67
SERGIO LUCCHESI
28.087,50
20.521,68
SALVADOR PETTINATO NETO
28.087,50
20.500,21
AIRTON NOBRE DE MELLO
28.087,50
20.462,83
ALBERTINO LOPES DE AGUIAR
28.087,50
20.345,54
EDISON VANDER ACUIO SIMEIRA
28.087,50
19.929,05
FERNANDO DE PAULA LIMA JUNIOR
28.087,50
19.233,73
ANTONIO DE JESUS GANDOLFI
28.087,50
19.097,62
WALTER CRISCIBENE
28.087,50
18.380,44
LUIZ ANTONIO SANTOS
28.087,50
17.393,61
JOSE AUGUSTO FONTES RICO
28.087,50
16.572,31
JOSE BENEDITO TORRES PINTO
28.087,50
16.387,19
ALFREDO VIEIRA DAS NEVES
28.087,50
15.933,19
ANTONIO BERNARDES DE SOUZA
28.087,50
15.854,92
EDSON OLIVEIRA LACERDA
28.087,50
14.836,67
ARY RAPOSO FARIA
28.087,50
12.318,95
JOEL MARCO CARRERA
27.933,95
17.743,26
OLAVO ALVES DE ANDRADE
27.560,05
18.729,97
LUIZ CARLOS DA COSTA
27.311,94
20.161,45
ORLANDO DA SILVA MARCONDES
27.083,48
17.331,74
HELIOS BAPTISTA NUNES
26.969,90
19.590,91
JOAO SACCOMANO
26.769,41
19.305,06

 

 

Comentários

  • Niro Galhardo

    17/08/2012 #1 Author

    Um absurdo, sem dúvida. Além do que, há uma inegável desqualificação desses policiais, pois a PM se mostra inepta e totalmente despreparada ao exercício de seus fins institucionais.

    E, como já denunciado pela TV e mídia em geral, são muitos os envolvidos com o crime organizado. Seria o caso se investigar o patrimônio de cada personagem desse descalabro oficial, imoral e ilegal.

    Responder

  • Luciano Buisine

    04/08/2012 #2 Author

    É um absurdo como neste país a Constituição é desobedecida.
    Enquanto um soldado da PM de todos os estados, recebem míseros salários, os coroneis vivem nababescamente com seus altos sálários, muito além do permitido pela constituição.
    Depois, quando a PM entra em greve, êles, os coronéis, ameaçam com punição os grevistas.
    Quando isso vai mudar?

    Responder

    • Renato Campos

      27/03/2013 #3 Author

      Meu amigo, a Corporação é democrática..quem quiser crescer basta estudar que também poderá ser aspirante a oficial…se ficar parado, a remuneração não aumenta mesmo!!!!estude, cresça e seja feliz, ao invés de tecer críticas destrutivas e desprovidas de fundamento..
      abraço

  • Sd Pm

    02/08/2012 #4 Author

    Eu sei que é EXTREMAMENTE INJUSTO o que ganham os oficiais e o que ganham os praças na PM de Sp. A exemplo disso temos que o Aspirante a Oficial PM que não é Oficial e sim Praças especial, apenas estudou 4 anos e ainda não contribuiu em nada para a PM nem para a população paulista e ganha um soldo muito acima de um Subtenente que ja trabalhou no mínimo de 20 a 22 anos para a população. Isso foi feito para que mesmo que o Subtenente tenha gratificações mais do que justa pelo seu tempo de carreira seu salário não seja maior do que o salário de um Aspirante que sequer não tem 5 anos de PM.

    POREEEEMMM…..Boa parte destes oficiais receberam este salário haja vista a Associação de CABOS E SOLDADOS da PM de SP terem ganhado uma ação para correção e pagamento de atrasados, que foi FEITO DE FORMA INJUSTA ao longo de toda história da PM. Assim como Cabos, Soldados, Sargentos OS OFICIAIS TAMBEM SE ASSOCIARAM e fizeram jus ao recebimento.
    Este pagamento foi realizado em holerith, por decisão judicial, para que o estado não usasse o velho golpe dos precatórios o famoso GANHA MAIS NÃO LEVA.
    Não tive acesso aos holeriths mas se não foi esta ação, ai sim algo de errado esta acontecendo, se bem que se o Coronel ganha 16.000 e sai de férias faz jus a mais 1/3 (uns 5.300) o que ja vai para 21.000 e se faz aniversário naquele mês também tem direito a adiantamento de 13° salário o que somado com gratificações de horas- aula e pró labores que geralmente eles têm chegaria sim a casa dos R$30.000,00 ultrapassando o teto.

    Responder

  • Soldado

    02/08/2012 #5 Author

    Esse mesmo cidadão… Silvério… CmT do CPI de Sorocaba falou que não é moral o soldado receber 30 reais de diária diligência quando faz escoltas de preso.

    Para um Soldado, ganhar 30 reais a mais para poder almoçar, é imoral… já para ele, receber 130mil deve ser o q?

    Responder

  • SideShow Bob

    02/08/2012 #6 Author

    O teto do funcionalismo parece uma ficção, não se respeita. Magistrados, Promotores, Policiais, enfim, todo e qualquer funcionário público, parece tentar de toda forma aumentar seus vencimentos, com nosso rico dinheirinho.

    É uma vergonha e espero que neste caso em concreto os valores ilegais sejam devolvidos ao erário.

    Responder

  • Mario

    02/08/2012 #7 Author

    Prezado Pannunzio,

    Bem, dessa vez não tenho fundamento algum para dizer que você pode ter cometido injustiça com algum oficial da PM, visto que nesse post você não deixou margem para que o leitor desatento interprete: “não há dúvida de que o oficial da PM ganha habitualmente R$100.000,00 por mês”.

    E que fique claro: não que o outro post deixasse margem para essa interpretação (se o leitor fosse atento, perceberia que você se referiu ao mês de junho), mas eu pelo menos achei que o título e o texto todo adotavam um tom acusatório inadequado, em desconformidade com os dados que você tinha apresentado.

    Já este post, na minha opinião, expõe bem essa situação anômala. De fato, não me parece normal mais de 100 oficiais receberem no mês de junho acima do teto. Diante disso, cabe ao Poder Público explicar-se.

    Mario.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *