Vem aí mais uma baita dor de cabeça para o Planalto. Termina daqui a pouco o prazo para que os 30 parlamentares que assinaram...

Vem aí mais uma baita dor de cabeça para o Planalto. Termina daqui a pouco o prazo para que os 30 parlamentares que assinaram o requerimento de criação da CPI do DNIT mudem de idéia e retirem seu apoio.

O requerimento foi apresentado pelo senador Mário Couto. Agora há pouco, ele insistiu com a mesa diretora para que o requerimento fosse lido, o que não aconteceu. O senador acha que é manobra do presidente da Casa para permitir ao governo trabalhar para arquivar o pedido. Isso já aaconteceu há pouco mais de um mês, quando o mesmo Mário Couto protocolou o primeiro pedido de abertura de CPI para investigar o DNIT.

O órgão é outra caixa-preta do Executivo. É o executor de 21 das 77 obras do PAC em que o TCU encontrou irregularidades. Segundo o senador tucano, os prejuízos decorrentes dessas irregularidades pode chegar a R$ 5 bilhões.

Para inviabilizar a CPI, três parlamentares precisam retirar a assinatura. Mário Couto esperava protocolar o requerimento com uma margem de segurança maior. Mas o PDT decidiu não apoiar o requerimento, diminuindo os esforços dos líderes aliados que serão necessários para conseguir arquivar o requerimento.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *