No Blog do João Bosco Toledo O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), representou à Polícia Federal pedindo a abertura de investigação...

No Blog do João Bosco Toledo

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), representou à Polícia Federal pedindo a abertura de investigação contra a Wikipédia. O ex-presidente do STF fez gestões junto ao conselho editorial da enciclopédia virtual no Brasil para corrigir o que avalia estar distorcido em seu verbete , que considerou ideológico. Sem êxito junto aos editores, decidiu investir contra o produto. Para ele, a Wikipédia está “aparelhada”. A parte do verbete que deu causa à reação do ministro foi a que reproduz denúncia da revista Carta Capital que ele contesta judicialmente. Gilmar sustenta que por ser uma enciclopédia, o verbete deve ser estritamente informativo sobre o biografado, sem absorver avaliações de terceiros ou denúncias jornalísticas. Ele se queixa também de o trecho reproduzido da revista ocupar seis parágrafos, muito mais que o espaço dispensado à sua carreira, inclusive o mandato de presidente do STF, resumido a um parágrafo. A carreira de Gilmar no STF completou dez anos. Paralelamente, Gilmar prepara uma representação ao Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, pedindo investigação do uso de recursos públicos para financiamento de blogs de conteúdo crítico ao governo e instituições do Estado. Ele quer saber quanto as empresas estatais destinam de seus orçamentos para esse tipo de publicidade. Gilmar argumenta que não se pode confundir a liberdade constitucional de expressão com o emprego de dinheiro público para financiar o ataque às instituições e seus representantes.

Beba na fonte: Gilmar Mendes pede à PF investigação da Wikipédia no Brasil – João Bosco – Estadao.com.br.

Comentários

  • Vivi

    07/08/2012 #1 Author

    1) Será que a biografia do Serra na Wikipedia também foi escrita pelos “vermelhos”? Lá consta que ele “LARGOU” diversos cargos que ocupou para concorrer em eleições também diversas. Isso só pode ser intriga da oposição!

    2) VEJA faz parte do rol de investigados? Afinal, quem mais ataca as instituições do que o PIG? A BESTA, ao contrário, defende o governo. Não pode? Tem que ser contra? Parece que o ministro está um pouco equivocado… A BESTA não ataca “as instituições”, só ataca a pessoa do ministro, individualmente, e não as instituições como um todo! E os que falam mal do Toffoli, do Joaquim Barbosa, do Lewandowski, também estão atacando as instituições? Sim ou não? Agora fiquei confusa, hein…

    Responder

  • anselmo

    07/08/2012 #2 Author

    Fábio, será que tem relação esse caso com o do reinaldo Azevedo?
    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/wikipedia-chico-venancio-ha-a-e-ahhh/

    Responder

  • SideShow Bob

    07/08/2012 #3 Author

    Embora a parte esclarecida da sociedade saiba que a Wikipedia é uma ferramenta da tirania politicamente correta e seja ideologicamente engajada a maior parte da população e de seus consulentes a consideram imparcial e neutra.

    É importante que a Wikipedia seja colocada em seu lugar, ou seja, uma ferramenta à serviço da esquerda ecologicamente panfletária bolchevique

    É verdade que a área de exatas, é relativamente confiável, mas, apenas enquanto não descobrirem que gravidade é contrária ao Bolivarianismo, a eletricidade é capitalista, a aceleração é homofóbica e o movimento quer a redução da maioridade penal.

    Responder

  • Franchesco

    07/08/2012 #4 Author

    Não duvido que a Wiki esteja aparelhada. Os tentáculos do MAV são mais potentes do que se imagina. Não é preciso lembrar que existe uma campanha da BESTA contra o ministro.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *