Da Folha Online Três deputados do Maranhão enviaram ao presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), um ofício no qual se declaram co-autores da...

Da Folha Online

Três deputados do Maranhão enviaram ao presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), um ofício no qual se declaram co-autores da publicação “O Camaleão”, de autoria do deputado Domingos Dutra (PT-MA), que faz críticas ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-MA).

Os deputados do Maranhão Roberto Rocha, presidente do PSDB; Julião Amin, presidente do PDT; e Ribamar Alves, vice-presidente do PSB, decidiram prestar solidariedade a Dutra depois que Sarney pediu a Temer punir Dutra por ter distribuído a publicação no plenário do Senado.

“Tendo tomado conhecimento de solicitação dirigida a Vossa Excelência pelo presidente do senado, senador José Sarney, no sentido de processar o ilustre deputado Domingos Dutra em razão da publicação do livro “O Camaleão”, os abaixo-assinados declaram-se subscritores da referida obra, tornando-se, portanto, co-autores e co-responsáveis pela sua publicação”, diz o documento encaminhado a Temer.

No ofício, os deputados do Maranhão criticam o cerceamento à livre manifestação dos parlamentares, o que classificaram de “violência às garantias constitucionais de um deputado federal”.

Dutra pode ser alvo de um processo no Conselho de Ética da Câmara ou receber advertência. A punição vai depender de Temer. No documento, os deputados do Maranhão pedem que eles também sejam punidos.

“Na improvável hipótese de que o descabido pleito [de Sarney] prospere, considere atingidas as prerrogativas não apenas de um, mas de todos os deputados que ora assinam a presente carta.”

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *