O deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ) vai dar início à coleta de assinaturas na Câmara para a instalação de CPI para investigar a compra de...

O deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ) vai dar início à coleta de assinaturas na Câmara para a instalação de CPI para investigar a compra de equipamentos militares franceses pelo governo brasileiro. Além de iniciar as negociações para a compra de 36 aviões caça da França, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fechou acordo com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, para comprar helicópteros e submarinos.

“O que defendo é que essas coisas relativas às compras sejam colocadas de forma clara. Há uma decisão política antes de um parecer técnico. O Executivo não deu explicações ao Congresso”, afirmou Itagiba à Folha Online.

Itagiba quer esclarecer detalhes da compra, além da suspeita de que um representante do Ministério da Defesa brasileiro teria se hospedado na casa de um fornecedor dos armamentos durante viagem à França. Para que a comissão seja instalada, o deputado precisa ter o apoio de, no mínimo, 171 deputados ao requerimento de instalação da CPI.

O peemedebista também quer explicações do governo sobre o fato de o ministro Nelson Jobim (Defesa) ter desautorizado o presidente Lula publicamente no episódio dos aviões caça. Depois de Lula anunciar o início das negociações com a França para a compra das aeronaves, Jobim disse que o Brasil ainda mantém as conversas com os Estados Unidos e a Suécia para a compra dos caças.

“O que achei mais estranho é o ministro da Defesa desautorizar o presidente. Se não há uma escolha técnica, como fazer uma escolha política? Gastar R$ 20 bilhões sem concorrência não é possível”, disse Itagiba.

Leia esta notícia na íntegra clicando aqui.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *