Ao contrário do que fez o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), o líder do PMDB, Renan Calheiros, adotou como estratégia negar que tivesse conhecimento da...

Ao contrário do que fez o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM), o líder do PMDB, Renan Calheiros, adotou como estratégia negar que tivesse conhecimento da viagem à Austrália, autorizada pessoalmente por ele, de seu ex-assessor Rui Palmeira.

“Não autorizei, não concordei, não deixei”,  foi a frase ditada por seu assessor de imprensa. Irritado, o assessor disse que outras respostas seriam dadas apenas por e-mail.

O Blog quer saber quais eram as funções de Rui Palmeira no gabinete da presidência, a quem ele prestou serviço e como é possível, considerando-se as explicações dadas até agora, que a ausência de um funcionário que ocupava cargo de confiança não tenha sido notada por cinco meses.

Informado de que o Blog está apurando outros dois casos, o assessor disse apenas “dane-se”. E solicitou a formalização das indagações, que estão sendo encaminhadas neste momento.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *