“Como você quer uma revolução no Brasil que seja feita com passeata ?”

Comentário do leitor  Anderson Alves da Silva

Olá, caro amigo Pannunzio; “acho que você deve ter uns quinze anos de idade. Ou então é um idiota completo. Fale lé com cré antes de sair por aí fazendo arruaças. Jornalismo da corrupção é a sua mãe”; ora, ora quanta rebeldia…. a mesma rebeldia que me inflama quando vou as manifestações.
Eu sou um estudante de 22 anos, passei em vestibulares como USP, UNICAMP, UNESP, UNIFESP; e ao contrário de muitos, sou pobre da Z/L de SP… pego metrô, trem, e ônibus onde tenho que ficar apoiado na porta da frente de tão lotado. Minha tia morreu em um hospital publico de Ermelino Matarazzo por descaso (falo com lágrimas nos olhos)onde o leito dela estava sujo de sangue de outra paciente, meu salário em inflação subiu cerca de 12% nos últimos anos, onde a tarifa de ônibus subiu cerca de 188% no mesmo período, comprei um pacote de arroz onde 85% dele era impostos, uma régua escolar tinha 97,5% de impostos, e poderia ficar citando vários outros exemplos. Sinto-me agredido todos os dias e nada posso fazer!!!!
“Se os que me agrediram me pedirem desculpa, podemos fazer as pazes. Mas não creio que isso vá acontecer”; por isso não acredito em mídia, política ou democracia.
“Você é um imbecil truculento. Vá se ferrar, babaca”.
Não é possível que um cara tão esclarecido como tu, não vejas o mal que é causado para o povo tanta farsa, mentira, hipocrisia, pacifismo e falso moralismo que é disseminado na mídia com tamanha cara de pau.
Você, estudado, assim como eu ( mesmo com pouca idade ) sabe que desde a Revolução Francesa, Russa, ou até mesmo a revolução silenciosa feita pelos romanos quando abdicaram de seus serviços para chamar atenção, nenhuma delas foi PACÍFICA!!!
Como tu queres que uma revolução no brasil ( sim, em minúscula ) ainda por cima seja feita com passeata, e não com protestos??? Você também deve saber a diferença de passeata, protesto, manifestação, vandalismo e desobediência civil.
Para mim vandalismo é queimar o carro do Seu João, roubar a lojinha da Tia Maria, apedrejar farmácia, saquear mercados, entrar em ônibus, metrô, trem lotado, morrer no hospital por falta de atendimento como minha tia, impostos mais caros do mundo, morar em um dos países mais corruptos do mundo ( senão o maior ).
Invadir, apedrejar, queimar (assim como a Queda da Bastilha), símbolos do poder, sonegar impostos em época de crise é caracterizado como desobediência civil. Espero que você tenha lido Henry David Thoreau , ou A revolução dos bichos alguma vez.
O que é demonstrado nas ruas, assim como na ditadura, é apenas uma reação legitima e instintiva de uma sociedade que vem sendo agredida, vandalizada, extorquida e assassinada á anos. Os atos de “vandalismo” dos Black Bloc são apenas o reflexo de uma realidade que com certeza você, seus filhos e sua neta não conhecem de perto.
“Poderia me dizer qual é a mentira do que eu acabei de escrever?”
E para terminar, ainda com tudo isso estudo, trabalho, sustento minha mãe e irmã honestamente com dois salários.
“E pode me dizer como eu vou criar meus cinco filhos, a minha neta e a minha enteada trabalhando honestamente ?”
Ops!!! Quer dizer que tu não trabalhaste honestamente??? Eu respondo:
Com caráter e dando a cara pra bater!!!!!! Espero que o Sr. leia. Obrigado pela atenção.

 

** AS frase que aparecem entre aspas são da lavra do editor deste blog.

Comentários

11 thoughts on ““Como você quer uma revolução no Brasil que seja feita com passeata ?”

  1. Esse Anderson é um imbecil, embora ele não saiba disso.
    Não sei quem lhe indicou a leitura de Thoreau, não creio que tenha sido com boas intenções. Ele não entendeu nada… O próprio Thoreau sabia que não poderia apelar para a violência, porque ele é que seria violentado.
    Já a Revolução dos Bichos, de Orwell, ensina exatamente o contrário do que o moço quer afirmar.
    Violência não resolve nada – o Estado tem muito mais capacidade para usar a violência do que qualquer grupelho.
    Democracia se constrói, aos poucos, com diálogo e convencimento. Manifestações populares ajudam, quando não são conduzidas por toupeiras black boquianas e petistas disfarçados.
    Sds.,
    de MarceloF.

    • Chamar de imbecil alguém de 22 anos que posta um texto dizendo-se pobre e morador da periferia e iniciando-o pelo caso da tia que morreu por falta de atendimento num hospital, é no minimo leviano vindo de alguém que se apresenta jornalista e que tem um filho de 17 anos, como informou em outro post o comentarista Marcelo F., autor do mimo.

      Isso realmente mostra porque a tal “mídia tradicional” e seus profissionais andam à perigo.

      A sensibilidade deles e de seus veiculos para o mundo que está aparecendo aí, é zero. O futuro parece ser mesmo a extinção de uns e outros.

    • Alex, então o fato do cara ter 22 anos, ser pobre, morador da periferia e ter uma tia que morreu por falta de atendimento num hospital é um impeditivo para que ele seja classificado como um imbecil?

      Sinto muito em te dizer, mas se tudo isso que ele disse sobre a vida dele for verdade, ainda assim é tudo irrelevante para classificar o perfil dele como um “gênio” ou “imbecil”. Essa classificação está mais atrelada às ideias que ele defende, entende?

      Ao citar Thoreau para justificar invadir, apedrejar, queimar “símbolos do poder” como forma de “desobediência civil”, ele mostra que não leu ou leu e não entendeu porra nenhuma da obra do referido autor.

  2. Bom, primeiro de tudo, sou um leitor do blog já á algum tempo. Sinceramente nunca me surgiu o interesse em postar alguma resposta ou algum texto no site.
    Fico agradecido a quem dedicou tempo na leitura do meu texto e incluindo Fábio Pannunzio por ter respondido a ele.
    Não prego a anarquia, totalitarismo, ditadura ou socialismo; agradeço a todos que lutaram em tempos obscuros por uma democracia onde posso usufrui-la nos tempos atuais ( mesmo com algumas restrições ).
    Preciso sim aprimorar e amadurecer ainda mais minhas ideias, minha escrita e leitura; ainda há muita coisa a aprender e conhecer.
    Sou praticante do agnosticismo logo não preciso de IGREJA/RELIGIÃO, já ouvi falar em Direito ALHEIO e mantenho uma convivência pacífica com pessoas que pensam diferente de mim, só entre ir ao serviço, trabalhar e estudar já consome 18 hrs diárias, a mesma carga horária que um proletariado tinha no início da Revolução Industrial; não preciso de trabalho pesado. Eu abomino o verdadeiro vandalismo e estudo bastante então a premissa de “respeitar a vida e o patrimônio do seu vizinho” e “Você precisa é de educação acadêmica para entender como a sociedade chegou até este estágio” caem por terra( se o individuo tivesse lido com atenção o texto completo entenderia ); e “ninguém descobriu nada melhor do que uma Sociedade regrada por Leis e Bons Costumes” por isso não acredito que exista uma “Sociedade” que por definição é o conjunto de pessoas que compartilham propósitos, preocupações e costumes, e que interagem entre si. Pode ter certeza que muitas das minhas preocupações, propósitos ou costumes não são os mesmos de muita gente e vice-versa ( como diria Ernesto Laclau ou Margaret Thatcher ).
    Gostaria também de pedir desculpas á alguém se por ventura eu extrapolei ou agredi moralmente de alguma forma. Obrigado pelo espaço.

  3. O Anderson esta certo, não é esquerda ou direita como muitos querem, é quem esta “por cima” e quem esta “embaixo”, a mídia no Brasil é tão ou mais corrupta que os políticos. E raros são os jornalistas independentes. Nota tenho 58 anos e apoio as manifestações e o BB e se tiver que ir dar porrada vou sem máscara, porque não tenho medo de corruptos, aliás quero que eles saibam quem esta batendo neles.

  4. Parabens pelo texto!! Jovem de pouca idade, mas amadurecido de ideias!
    Fico esperançosa com jovens assim, e, concordo, infelizmente, que as mudanças nao acontecem com o dialogo. Não ainda e não aqui em nosso país.
    O povo brasileiro ainda carece tanto de instruçao basica, e o que dizer, de senso critico para negociar propostas.
    Se pararmos pra analisar, o mundo evoluiu assustadoramente, as ideias se modernizaram e os veiculos de comunicação se diversificaram e se aprimoraram a ponto de termos as noticias e imagens em tempo real. Chegamos a lua, vimos marte de perto e tantas outras façanhas foram realizadas!
    Mas, ouso dizer que uma unica coisa nao mudou: o comportamento do ser humano!
    As mesmas emoções que guiavam nossos antepassados lá no inicio do mundo, ainda são as mesmas que guiam atualmente.
    Poder, posse, inveja, ganancia, amor, odio e todos os outros sentimentos que nos qualificam como ser pensante.
    Tomando por base que o ser humano ainda é e sempre será o mesmo, percebo que a humanidade evolui materialmente, mas emocionalmente anda em circulos. Desta forma, estamos fadados a viver em um mundo de eternas desigualdades.
    Ora, Mundo desigual gera opressão.
    Opressão gera revolta.
    Como conter isso? Como negar legitimidade ao cansaço do oprimido?
    Haveria mesmo a possibilidade de combater os poderosos com dialogo??
    Impossível!!
    Ainda que achemos o dialogo o ideal, o proprio nome diz….Ideal! E IDEAL NÃO É REAL!

  5. Agora sim. Querem a revolução…

    Egito tb revolucionou recentemente… Pra pior. Muitas outras “revoluções” pioraram o que já era ruim, como na China. A revolução Cubana ainda está lá presente na ilha prisão.

    Querem revolucionar mais não tem propostas para outro sistema.

    Talvez seja só problema da idade do estudante…

  6. Pronto !!!! Tá aqui mais um que acha que vai resolver os Problemas do Mundo e das Pessoas pela FORÇA e com uma máscara na cara.
    O comentário feito para o Pinho serve prá ele. então vai:
    “Ahhhhh, então vc acha que descobriu a solução para as infelicidades deste mundo ? E deve pensar igual aos PETISTAS: Se o povo pensar e agir como nós pensamos o mundo será melhor. Os seus despontamentos com a vida e com a política já foram tema de muita discussão deste o início da civilização, e o melhor sistema social de vida encontrado até hoje foi a conjugação de Democracia com Capitalismo. Os seus desapontamentos não terão resposta na política, VOCÊ ESTÁ PRECISANDO É DE IGREJA/RELIGIÃO.
    Vc acha que com passeatas e DEPREDAÇÕES vcs conseguirão mudar o quê ???? Vc já ouviu falar em Direito ALHEIO ??? Vc já ouviu falar em convivência pacífica com pessoas que pensam diferente de vc ????? Eu votei no Governador, quase 12 MILHÕES de pessoas votaram no Governador, de forma legítima e dentro da Lei, porque vc acha que vc e mais 200 DESAJUSTADOS SOCIAIS e BADERNEIROS podem pedir a saída do governador ???????
    Vc está precisando é de trabalho PESADO para gastar toda essa energia acumulada. Está precisando é de educação caseira prá aprender a respeitar a vida e o patrimônio do seu vizinho. Vc precisa é de educação acadêmica para entender como a sociedade chegou até este estágio. Vc precisa estudar mais para entender que as suas dúvidas e as suas insatisfações SÃO as de MILHÕES de pessoas nesta terra. Mas que até hoje ninguém descobriu nada melhor do que uma Sociedade regrada por Leis e Bons Costumes”.

  7. Pois é, o jovem parece ser “letrado”, saber usar sujeito/verbo/predicado – coisa difícil para a “presidenta” – mas,
    que barafunda mental. Campo fértil para uma semeadura totalitária, o mais apavorante é que ele não está só, é uma amostra do que os soi disant de esquerda criaram. Parece ter leituras variadas {aquele amontoado de letrinhas, folhas, frases até} mas incapaz de juntar lé com cré, apreender conceitos, principalmente o mais básico e abstrato se (if)

  8. Tai alguem que usa da rotina da condicao humilde para justificar o exercicio da sua moralidade, assim como quando lula disse “minha mae nasceu analfabeta”, isso lhe dava autoridade pra fazer e acontecer do seu modo. Infelizmente a realidade descrita do dia a dia é verdade, mas o jeito de se mudar um pais acredito deva ser algo entre a paz e a agressividade. Que tal tratar a urna eletronica com mais seriedade e nao como vaso sanitario como faz a maioria dos brasileiros obrigados a votar? A revolucao de hoje necessita de bibliografia atual, estudo mesmo, e a solucao nao e facil, ate porque o que acontece nas ruas e o espelho do povo que temos, da sociedade que criamos, ou que algumas geracoes criou. Conheco muitas pessoas que se solidarizam com Anderson em 100% do que escreveu, mas eu fico pensando se cada vez que levar uma fechada no transito, aquele desejo de mandar a pessoa pro inferno fosse realmente realizado, isso seria justica? Lembraria de cabecas rolando na revolucao francesa e sairira dirigindo feliz depois de executar meu algoz? Vivemos outros tempo e embora muita gente lembre de revolucoes passadas, acredito qur temos que criar a nossa de uma forma atual, senao cairemos nos erros passados e a sociedade vivera um grande retrocesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *