As quatro comissões especiais da Câmara dos Deputados que vão analisar o mérito dos projetos do pré-sal foram instaladas nesta quarta-feira. A primeira a...

As quatro comissões especiais da Câmara dos Deputados que vão analisar o mérito dos projetos do pré-sal foram instaladas nesta quarta-feira. A primeira a eleger seu presidente foi a que vai analisar o projeto de lei sobre o sistema de partilha.

O deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) foi o escolhido. Ele indicou o líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), como relator. De acordo com proposta de Chinaglia aceita pelo plenário, as reuniões da comissão serão realizadas sempre à tarde, a partir das 13h30.

O acordo firmado por Temer com os líderes partidários para a definição dos dois principais cargos das comissões foi mantido, ou seja, não houve o lançamento de candidaturas avulsas.

Para a comissão que vai debater o projeto que cria o Fundo Social foi eleito presidente o deputado Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). O deputado Antonio Palocci (PT-SP) foi indicado relator da matéria.

O deputado Brizola Neto (PDT-RJ) foi eleito presidente da comissão que vai analisar o projeto que cria a empresa estatal Petro-sal. E o deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG) foi confirmado como relator.

O deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) foi eleito presidente da comissão que vai apreciar o projeto sobre a capitalização da Petrobras e o deputado João Maia (PR-RN) foi designado relator.

As comissões devem iniciar os trabalhos a partir desta quinta com a elaboração do roteiro de atividades que incluem audiências públicas e debates para concluir a análise dos projetos até o dia 10 de novembro, quando serão levados à votação em plenário.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *