O líder tucano Arthur Virgílio (AM) vai solicitar à primeira secretaria do Senado o relatório parcial com os nomes dos funcionários autorizados a fazer...

O líder tucano Arthur Virgílio (AM) vai solicitar à primeira secretaria do Senado o relatório parcial com os nomes dos funcionários autorizados a fazer curso no exterior.

Uma fonte da primeira secretaria informou ao Blog que já foram levantados os nomes de todas as pessoas que receberam essa autorização especial ao longo dos últimos três anos.

Até aqui, todos os servidores autorizados eram efetivos e recebiam parcialmente — até 70% dos vencimentos no exterior.

Chamam a atenção alguns dos nomes que integram a relação. Entre eles estão o da filha de um jornalista famoso e de vários funcionários concursados para a área de comunicação social.

Como o levantamento é extenso, ainda não há uma previsão de quando os trabalhos vão ser concluídos.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *