Já está pronto o levantamento solicitado pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) com os nomes de todos os funcionários do Senado que foram autorizados a...

Já está pronto o levantamento solicitado pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) com os nomes de todos os funcionários do Senado que foram autorizados a fazer cursos no exterior nos últimos cinco anos. Embora ainda não tenha recebido o relatório, o líder do PSDB já foi informado de que a comissão encarregada de fazer o levantamento já concluiu os trabalhos.

Arthur Virgílio só deve receber a relação na semana que vem, uma vez que está incomunicável no interior do Amazonas. Mas quem viu o documento ficou com a impressão de que pouca coisa relevante será descoberta a partir da investigação.

O requerimento solicitando a informação foi apresentado no dia primeiro de julho. Até o início da semana, no entanto, o relatório ainda não havia sido finalizado. Irritado com a demora, Virgílio foi à tribuna cobrar da Mesa Diretora uma explicação. “Eu não abro mão de ter essas informações até amanhã”, disse o senador amazonense.

A reclamação aconteceu logo depois que o Blog revelou quo o líder peemedebista Renan Calheiros (AL) autorizou o ex-assessor Rui Palmeira, que hoje é deputado estadual em Alagoas,  a fazer um curso de inglês na Austrália sem prejuízo dos vencimentos.

Do relatório não constam casos como o de Palmeira, que era funcionário comissionado e não estava obrigado ao controle de ponto.

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *